OFERECIMENTO:
Quinta-Feira, 27 de Outubro de 2016 - Hora:14:26

Edição nº 219, de 23 a 29 de outubro de 1986

Resumo de notícias de 30 anos atrás

Eles pedem 25% de aumento e a firma oferece só 15%
Funcionários da Antarctica entram em greve na região

Mais uma vez os funcionários das cervejarias Antarctica e Serramalte, de Montenegro e Feliz, entraram em greve para reforçar suas reivindicações de aumento salarial e outras vantagens. A Antarctica, de Montenegro, concorda em dar aos seus funcionários um aumento de 15% nos salários, mas estes reivindicam 25%. Por isso, depois de uma reunião dos funcionários na noite de segunda, eles resolveram deixar de trabalhar já a partir da manhã de terça. O mesmo aconteceu na Feliz, na fábrica Serramalte, pertecente ao mesmo grupo da Antarctica.

Já no ano passado duas fábricas pararam numa experiência que, ao menos para Feliz, causou bastante impacto, pois é muito raro ocorrerem greves em cidades pequenas como esta. Naquela ocasião os funcionários concordaram em voltar a trabalhar depois de terem atendidas algumas reivindicações, ficando a fábrica parada, no caso da Feliz, por quatro dias.


Caiense concorre com chances a Deputado Federal

A próxima Assembléia Nacional Constituinte poderá contar com um deputado nascido no Caí. O candidato não é do PMDB, PDS ou PDT, partidos de feição mais tradicional, mas sim do revolucionário PT, que prega a mudança do sistema político-econômico do país do capitalismo para o socialismo.

Natural da localidade de Areião, José Clóvis Azevedo é muito conhecido em todo o município por ter sido professor na Escola Normal entre os anos de 1973 a 1977. O professor Clóvis, como era conhecido, desenvolveu grande liderança sobre seus alunos.

José Clóvis já foi candidato nas eleições de 1982, tendo sido o segundo mais votado do seu partido com 8.260 votos. Naquela ocasião o PT era um partido ainda muito novo e não dispinha da estrutura que possui atualmente. Ele tinha apenas 42 diretórios formados no estado, enquanto hoje possui 100.

 

Aurora abre nova fábrica no Caí e Azaléia compra a Fasolo
Estão ocorrendo grandes alterações no âmbito da indústria de calçados no Caí. A principal destas alterações é a venda da fábrica Fasolo para a Azaléia. Desta forma a grande indústria calçadista, que tem sua sede em Parobé e é a maior fábrica de calçados femininos do Brasil em termos de mercado interno, já adquiriu duas fábricas no Caí em questão de poucos meses. Com esta aquisição a Azaléia praticamente domina a indústria de calçados na sede municípal, mas a fábrica Aurora, estabelecida em Conceição, vem disputando cada vez mais acirradamente a mão de obra disponível na cidade em busca de mão de obra suficiente para atender aos seus muitos pedidos para exportação. A Aurora agora abriu uma nova fábrica na cidade. Ela já está funcionando num prédio alugado nas proximidades dos Hospital Sagrada Família.

Neste prédio deverão trabalhar cem pessoas, e igual quantidade trabalhará em Conceição.


Campeonato Felizense já começa com vitória do Juventus, Benfica e Progreso
Começou no último domingo o Campeonato Felizense, com vitórias das equipes que geralmente se destacam nessa competição. O juventus venceu a América de Vale do Lobo, o São Pedro da Forqueta venceu o Cruzeiro e o Benfica ganhou do Arroio do Ouro. Somente o Aliança, do qual se esperava um bom início de campeonato, já que vinha montando um bom time, não teve o resultado esperado e empatou com o Morro Belo jogando em casa.



 

colunas e blogs

o Vale quer saber

Quem está ganhando a guerra contra o crime na região?
Criminosos
Policia


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital