OFERECIMENTO:
Pelo Vale - Quarta-Feira, 01 de Fevereiro de 2017 - Hora:11:44

Acusado de morte por engano é preso pescando no rio

Foragido do Caí estava acampado com pescadores no Pareci Novo

Bexiga era procurado pela morte de jovem de 19 anos no bairro Navegantes /Brigada Militar/Divulgação

Na manhã de ontem, sexta-feira, policiais militares do 5º BPM de Montenegro realizaram a prisão de três indivíduos na Pedra do Padre, em Pareci Novo. Brigada Militar recebeu a informação de que um procurado pela justiça por homicídio, tráfico de drogas e outros crimes estava acampado no local a fim de se esconder da polícia. Com apoio de PMs do serviço de inteligência, a equipe composta pelo capitão Oscar Bessi Filho, tenente Mincks, sargento Augusto e soldado Aline, foi ao local e capturou Marcelo Luis da Silva, vulgo Bexiga, que estava foragido desde dezembro do ano passado. Outros dois indivíduos que estavam com ele foram presos por pesca ilegal, sendo suas redes apreendidas pelo pelotão ambiental.

De acordo com o capitão Oscar Bessi Filho, “Bexiga”, de 35 anos, era um dos patrões do tráfico de drogas no bairro Navegantes e tinha a suspeita de que poderia estar envolvido nas recentes mortes ocorridas no Caí.

A delegada de Polícia do Caí, Cleusa Spinatto, informa que “Bexiga” estava com prisão decretada por ser acusado de envolvimento num homicídio ocorrido em junho do ano passado, quando um bando invadiu uma casa na Estrada dos Berwanger do bairro Navegantes e matou o jovem Danrlei Araújo da Luz, de 19 anos. Através de investigação, a Polícia descobriu que Danrlei não era o alvo e acabou sendo morto por engano. Na ocasião, dois acusados foram presos em flagrante e outro foi detido posteriormente. Segundo a Polícia, “Bexiga” foi indiciado por esta morte. Mas conforme a delegada ele não teria ligação com os outros homicídios investigados pela Polícia e que ocorreram agora no mês de janeiro, os quais estariam relacionados com acerto de contas de dívidas do tráfico de drogas. Quanto a estes homicídios a delegada diz que a Polícia ainda está apurando, assim como o ocorrido na última terça-feira no bairro São Martim. Não foram divulgados mais detalhes para não atrapalhar as investigações.


Crime ambiental
No mesmo acampamento em que Bexiga estava escondido, os policiais encontraram dois homens praticando pesca irregular. As redes usadas para a pescaria são proibidas nesta época. Entre 30 de novembro e 31 de janeiro ocorre a Piracema, período de reprodução dos peixes. Neste período só é permitida a pesca com caniço simples. Para uso de carretilhas, o pescador precisa ser habilitado. Os homens admitiram a pesca e disseram que era para subsistência. Um deles tem antecedentes por porte ilegal de arma. Ambos foram liberados após assinarem um Termo Circunstanciado (TC).

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Onde você gostaria de morar?
Rio de Janeiro
Bom Princípio
Porto Alegre
Montenegro
São Paulo
Feliz
Caí
Paris


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital