OFERECIMENTO:
Montenegro - Quarta-Feira, 30 de Agosto de 2017 - Hora:08:00

Agente penitenciária é presa por vender celulares para presos

Dois presos da Modulada também participavam do comércio ilegal

Caixas de leite eram usadas para esconder os celulares que chegavam aos presos /Guilherme Baptista/FN

Uma agente penitenciária de 38 anos foi presa na manhã da última segunda-feira, dia 28, na Penitenciária Estadual de Montenegro, que recebe presos de todo o Vale do Caí e outras cidades do Estado.

A Operação Mascate foi realizada em conjunto entre a Polícia Civil e a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe). A Polícia recebeu uma denúncia anônima, há cerca de um mês, de que estaria ocorrendo um comércio ilegal na Modulada, situada na localidade de Pesqueiro. A agente penitenciária administrativa, que era responsável pelo almoxarifado da Penitenciária, facilitava a entrada de celulares, drogas e outros materiais, que eram vendidos para os presos. Ela trabalhava no presídio fazia cerca de quatro anos e a suspeita é de que vinha praticando os crimes nos últimos quatro meses.

Dois presos, que já estavam recolhidos na Penitenciária, são acusados também de participarem do esquema. Um deles é um mecânico de Montenegro que cumpre pena por homicídio, condenado por ter matado e enterrado o corpo da ex-mulher no buraco da fossa do pátio da casa de sua mãe em 2012. No próximo mês ele iria ganhar o benefício de passar para o sistema semi-aberto, podendo apenas dormir na cadeia e trabalhar durante o dia. O outro acusado é de Novo Hamburgo e tem acusação de roubo. Os dois é que, aproveitando o trabalho prisional na cadeia, entregavam as mercadorias para os demais apenados.

De acordo com os delegados Marcelo Farias Pereira e Paulo Costa, os acusados vão responder a processos por formação de quadrilha, corrupção passiva e associação criminosa. Após o trabalho de investigação do serviço de inteligência da Polícia e da Susepe, na última segunda-feira foram cumpridos três mandados de busca e apreensão em Montenegro, um deles na casa da agente no bairro Aeroclube, onde foram encontrados vários materiais. Já na Penitenciária ela foi presa em flagrante, com dois celulares escondidos dentro de um achocolatado e que num carrinho iriam para os presos. A agente será recolhida para outro presídio, onde ficará presa aguardando o andamento do processo. Já os dois presos envolvidos responderão processos disciplinares, perdendo inclusive os benefícios. Eles estariam utilizando caixas de leite, erva mate, achocolatados e outros produtos para esconderem celulares e outros materiais como carregadores, fones de ouvido, chiclete. Também comercializavam irregularmente perfumes, cosméticos e outros produtos. Na casa da agente também foram encontrados produtos que teriam sido desviados do almoxarifado da penitenciária. A suspeita é de que o grupo também estaria traficando drogas. Também foram apreendidas anotações. Numa delas consta o saldo de 25 mil reais comercializado em um mês. A Polícia e a Susepe ainda estão fazendo o levantamento de tudo que foi desviado e que deu entrada ilegalmente na Penitenciária. E se existe o envolvimento de mais pessoas.

O diretor da Penitenciária, Loivo Machado, informa que atualmente existem cerca de 1.650 presos na Modulada. “Sempre que tem alguma denúncia nós investigamos”, diz, ressaltando a importância das pessoas denunciarem, mesmo de maneira anônima. O delegado Marcelo lembra que as denúncias podem ser feitas através dos telefones 3649 0000 ou 3632 1111.

“Coibimos todas as formas de entrada de materiais ilícitos na Penitenciária, ressalta o corregedor Marcio Gelain, ao lado do delegado penitenciário Benhur Calderon. Eles ressaltam a integração na investigação entre os serviços de inteligência da Polícia Civil e da Susepe.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

O que vai acontecer com Lula?
Será preso
Nenhuma das opções
Voltará a ser presidente


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital