OFERECIMENTO:
Pelo Vale - Segunda-Feira, 10 de Abril de 2017 - Hora:17:05

Após perseguição e acidente, Brigada prende acusado de tentar arrombar banco

Ação policial impediu furto no Banrisul de Santa Teresinha

/Brigada Militar/FN

A Brigada Militar do Vale do Caí mais uma vez mostrou o seu empenho no combate a criminalidade. Mesmo com a dificuldade de efetivo e salários parcelados, os brigadianos não medem esforços na guerra contra a violência. E isso pode ser comprovado na ação que aconteceu na noite da última terça-feira, dia 4.

Por volta de 20h20min um veículo de cor preta teria estacionado próximo ao Banrisul no bairro Santa Teresinha. Chamou a atenção que no carro estariam quatro indivíduos mascarados e que estariam com um equipamento que provavelmente seria um maçarico. A suspeita era de que iriam arrombar o caixa eletrônico do banco. . Entretanto, ao verem um popular ao telefone desconfiaram que estivesse ligando para a Brigada Militar e desistiram do furto, fugindo do local. Policiais militares de Bom Princípio e da região fizeram buscas, mas os acusados não foram localizados. Só que eles não teriam desistido do roubo. Por volta da meia-noite os bandidos teriam voltado ao banco situado na Rua Pedro Neis. Desta vez teriam chegado a danificar o caixa eletrônico, o que foi constatado pelas marcas na porta e a fuligem no chão em razão dos equipamentos utilizados para tentar abrir o terminal de auto-atendimento. Mas novamente os ladrões não conseguiram levar o dinheiro e acabaram fugindo.


Perseguição e batida
A Brigada Militar da região realizou um grande cerco, com viaturas e PMs de várias cidades, para tentar prender os acusados da tentativa de furto ao banco. Os acusados teriam fugido num automóvel Hyundai HB20 de cor preta que havia sido roubado em Porto Alegre.

Uma guarnição do Caí, do 27º BPM, com os soldados Rodrigo e Piske, interceptou o HB20 no início da madrugada, quando trafegava pela RS 122 na altura da divisa entre Bom Princípio e São Sebastião do Caí, em frente ao Hotel União. “O condutor do carro empreendeu fuga mesmo com o sinal luminoso e sonoro para que parasse”, lembra Piske. Ele cita que no pedágio do Rincão o motorista também não parou, inclusive quebrando uma das cancelas. Na altura da Cerâmica Kaspary, em Portão, quando o condutor do HB20 tentou uma manobra para voltar na contramão, pois a RS 240 tinha sido bloqueada pelos policiais de Portão, acabou freando e houve a colisão com a viatura da Brigada do Caí. Na batida, os dois soldados ficaram feridos. E também o motorista do HB20. Já o caroneiro do carro conseguiu correr para o mato e acabou fugindo.

Mesmo feridos, os dois soldados caienses prenderam o motorista do HB20. Ele foi identificado como Maurício da Silva Konarzewski, 24 anos. Conforme a Brigada, tem antecedentes criminais por receptação e homicídio. Demais policiais ainda fizeram buscas no mato durante a madrugada, mas devido a escuridão não foi possível capturar o comparsa. Já os soldados Piske e Rodrigo foram socorridos pela ambulância do pedágio e levados ao Hospital Centenário em São Leopoldo. Piske teve lesões no ombro esquerdo e pé direito, além de fratura de costelas. Já Rodrigo teve um corte no nariz, perto da testa, além de ficar com supercílio inchado e sofrer hematomas na coxa e braço direitos. Os dois foram medicados e liberados. Já o preso teve lesões no rosto e depois de medicado foi levado para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de São Leopoldo, onde foi lavrada a prisão em flagrante e posteriormente recolhido ao Presídio. Ele foi autuado por lesão corporal, receptação, furto e dano ao patrimônio público.

No HB20 foram apreendidos materiais utilizados para abrir caixas eletrônicos, como maçarico, bateria, pé de cabra, cilindro de gás e máscaras. O veículo tinha sido roubado em Porto Alegre em 13 de março e estava com placas clonadas de Florianópolis. O restante da quadrilha possivelmente fugiu em outro veículo.

No momento em que eram feitas as buscas um outro veículo, ao avistar as viaturas, empreendeu fuga. Foi feito o acompanhamento e efetuada a prisão de um indivíduo e 33 anos que estava numa caminhonete Frontier roubada em Porto Alegre.


Ação muito elogiada
A ação policial, que impediu o furto ao banco e prendeu um dos acusados foi bastante elogiada pela população. Através das redes sociais, os internautas enalteceram a bravura dos soldados. Sem realizar nenhum disparo, mesmo feridos conseguiram prender o acusado. “Esses militares, assim como os milhares de brigadianos que dia e noite estão ansiosos para colocar as mãos e algemas em meliantes, não trabalham por dinheiro, riqueza e conforto, mas sim por vocação de se doar à coletividade. Eles estão de parabéns pela coragem e idealismo”, elogiou o comandante da 1ª e 2ª Companhia de policiamento, capitão Jederson Dill.”Foi uma demonstração de coragem e dedicação no cumprimento do ofício. Apesar de poucos recursos humanos e materiais, os policiais militares sempre procuram fazer o melhor. Quem bom que a população reconhece este trabalho”, completa o comandante do 27º BPM, major Célio Vargas de Oliveira.

Assim como seus colegas, os soldados Piske e Rodrigo são qualificados. Eles vieram de Porto Alegre para o interior. Piske trabalhou na capital por quatro anos e Rodrigo por seis anos. “O nível técnico em abordagens e prisões da Brigada do Vale do Caí é muito grande”, diz Piske, elogiando também os colegas. “Agimos dentro do estrito cumprimento do dever legal”, completa.

O comandante da Brigada de Bom Princípio, sargento Paulo Ricardo Souza, além de elogiar a ação dos PMs, destaca a importância das informações da comunidade. Foi através de um telefonema de um popular que o furto foi impedido e logo os policiais militares chegaram ao local, iniciando o cerco que resultou na perseguição e prisão. Por isso em caso de qualquer suspeita é importante avisar a Brigada através do telefone 190 ou pelos celulares que estão com as guarnições.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

O Vale do Caí está preparado em caso de desastres naturais como o da semana passada?
Não
Sim


Escritrio Comercial S. S. do Ca:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritrio Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administrao:
Rua Fato Novo, N 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Ca | RS | Por Nigma Agncia Digital