OFERECIMENTO:
Alto Feliz - Terça-Feira, 24 de Março de 2015 - Hora:18:31

Asfalto da VRS 826 é um grande presente de aniversário

Última camada está sendo colocada num trecho de 5 quilômetros

Última camada do asfalto começou a ser colocada ontem

A comunidade de Alto Feliz e da região está recebendo um verdadeiro presente de aniversário. Quatro dias após o município comemorar 23 anos de emancipação, a população está sentindo o tão sonhado “cheiro” de asfalto na ligação com Farroupilha.

A VRS 826, entre as duas cidades, tem cerca de 13 quilômetros. Era o trecho mais longo para ser asfaltado entre as estradas estaduais que tiveram suas obras retomadas no ano passado. Mas enquanto as ligações entre Feliz/Linha Nova e São Sebastião do Caí/São José do Hortêncio estão com suas obras paradas, em Alto Feliz os trabalhos continuaram graças a boa estrutura da empresa Concresul, vencedora da licitação e que tem dado andamento ao serviço mesmo com os atrasos nos repasses do Governo do Estado, decorrentes da crise econômica. Isso que em Alto Feliz as obras iniciaram só em julho de 2014, portanto depois das outras duas estradas.

Em torno de 5 quilômetros, do centro de Alto Feliz até a localidade de São Pedro, estão recebendo desde ontem, terça-feira, a última camada de asfalto. Com isso, em Alto Feliz vão faltar apenas dois quilômetros, onde também já iniciaram os trabalhos, com aterro e colocação da base. E aí vão faltar aproximadamente seis quilômetros até Farroupilha. A equipe de trabalho da Concresul parou os trabalhos, nos últimos dias, nesses dois quilômetros que faltam em Alto Feliz, para se concentrar no asfaltamento nos 5 quilômetros iniciais, até a entrada da Gruta Nossa Senhora de Lourdes. E depois deve continuar no restante até Linha Boêmia.


Uma luta antiga
A tradicional Estada Júlio de Castilhos foi construída por volta de 1900, como único acesso entre Porto Alegre e a região norte do Estado. Por ela, passou o desenvolvimento econômico da região por quase um século. Para Alto Feliz, mais especificamente, a abertura desta via, representou na época, o deslocamento do eixo econômico-social, definindo os contornos da hoje cidade.

Com a abertura da RS 122, o fluxo serrano passou a migrar pela nova rodovia, porém, a 826 continua sendo a principal via de acesso a Alto Feliz. Diariamente, dezenas de trabalhadores se deslocam por essa via, com destinos a cidades como Farroupilha e Caxias do Sul. O mesmo ocorre com estudantes, em busca de mais qualificação. Para todos eles, a dificuldade de trafegar pela rodovia torna as distâncias maiores e, com isso, o desenvolvimento do município, menor.

A luta pelo asfaltamento é uma história bem mais longa do que a própria extensão da via. Além de ser um facilitador para o escoamento da produção de Alto Feliz, o asfalto representa a chegada de novas possibilidades, abertura de mercados. Para quem mora próximo à rua, é forma de dar adeus às cortinas de poeira que se levantam cada vez que um carro circula pelo local.

Os cinco quilômetros da VRS 826, começaram a ser preparados para receber a pavimentação asfáltica ainda no governo Yeda Crusius, após contrato com a construtora Concresul, de Bento Gonçalves, ganhadora da licitação. As primeiras ações da empresa deram conta da medição do trajeto, alargamento da via em pontos determinados e preparação da cancha.

Porém, não passou disso. Desacertos financeiros com o DAER fizeram com que a empresa deixasse a obra. A extração de pedras que deveriam ser utilizadas na obra travou nas questões ambientais.

No último ano, finalmente, os acerto foram viabilizados e, com isso, a obra retomada, refazendo a preparação do solo com a limpeza, escoamento para água e colocação de base. Por parte da administração municipal, os pedidos para acordos com o DAER, assim como agilidade para as questões ambientais, foram constantes.

Conquista muito comemorada
O prefeito Maurício Kunrath, que vem acompanhando os trabalhos, comemorou o início da colocação da camada definitiva de asfalto: “Estamos muito satisfeitos. Praticamente toda extensão da rodovia, no município de Alto Feliz, estará concluída.”

Segundo o responsável pela frente de trabalho, Olavo Moreira Consi, o piche será espalhado e, sobre ele, uma camada de brita que será compactada com o rolo. Em seguida, uma nova camada de piche e uma pedra ainda mais fina, seguida de piche, totalizando de um centímetro e meio a dois de camada asfáltica.

O prefeito, além do diretor administrativo e de gestão, Marcelo Sauthier e do vereador, Bertilo Pedro Müller, acompanharam ontem a colocação do asfalto. Sem dúvida, é um grande presente, que está sendo muito comemorado pela comunidade. Agora é lutar pela continuação e conclusão do trecho até Farroupilha. E que sirva de exemplo, para que as demais obras da região também sejam retomadas e concluídas, evitando assim que o trabalho feito seja perdido e proporcionando melhor qualidade de vida para a população.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital