OFERECIMENTO:
Pelo Vale - Quinta-Feira, 23 de Maro de 2017 - Hora:15:33

Asfalto para Hortêncio terá impacto muito positivo para o comércio caiense

Com o asfalto, vai aumentar o intercâmbio comercial entre o Caí e São José do Hortêncio

Máquinas da empreiteira Dobil já trabalham na rua Padre João Wagner, no bairro do Chapadão Baixo /Renato Klein/FN

Em reunião realizada recentemente, em Porto Alegre, o diretor geral do DAER afirmou que as obras de asfaltamento na estrada de Hortêncio ficarão prontas no meio do ano.

Este é um fato relevante para o comércio caiense, pois os moradores de Hortêncio costumavam fazer compras no Caí.

Mas, desde que foi asfaltada a estrada ligando Hortêncio a Ivoti, grande parte dos clientes hortencienses desapareceram das lojas caienses.

Com o asfaltamento da estrada entre Hortêncio e o Caí essa desvantagem vai desaparecer e a expectativa é de que a volta dos clientes de São José do Hortêncio dê um razoável impulso no comércio caiense.

Os comerciantes mais espertos já podem ir arquitetando um modo de atrair os hortencienses para as suas lojas.

A população de São José do Hortêncio é cinco vezes menor do que a do Caí, mas o poder aquisitivo médio é maior.

No momento certo, certamente, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) do Caí deverá providenciar uma campanha para acelerar esse processo.

Outra obra que beneficiaria o comércio caiense é o asfaltamento da estrada do Passo da Taquara, que liga o Caí a Capela de Santana.

Ela tem seis quilômetros de extensão, sendo metade no município do Caí e metade em Capela.

A população de Capela é equivalente às de Feliz e Bom Princípio e a maior facilidade de acesso aumentaria muito o número de capelenses que se abastecem no comércio caiense. Pelo Passo da Taquara, a distância entre Capela e o Caí é de apenas 13 quilômetros e, sendo ela asfaltada, a viagem poderá ser feita em pouco mais que dez minutos.


OBRAS NO CHAPADÃO
No Chapadão Alto, que é praticamente um bairro do Caí, há um trecho da estrada que já havia sido asfaltado, ainda no governo do prefeito Léo Klein, na década passada.

Essa obra foi mal realizada e, em pouco tempo, começaram a aparecer buracos. O problema foi causado pelo falta de uma boa preparação do terreno para servir de base ao asfalto.

Agora todo esse asfalto defeituoso foi arrancado pela empreiteira Dobil, para que seja refeito com mais qualidade. E não apenas o asfalto mas também o terreno abaixo dele - a base - precisou ser trocado para garantir firmeza e durabilidade ao asfalto.

Atualmente, o trabalho da empreiteira Dobil já chega à rua Padre João Wagner, no bairro caiense do Chapadão Baixo.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Após a delação premiada, os diretores da JBS devem:
Ficar livres
Ser presos


Escritrio Comercial S. S. do Ca:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritrio Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administrao:
Rua Fato Novo, N 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Ca | RS | Por Nigma Agncia Digital