OFERECIMENTO:
Feliz - Sexta-Feira, 26 de Julho de 2013 - Hora:19:39

Brigada prende suspeitos de planejar assalto a relojoaria

Dois foram flagrados armados no centro e outro foi preso em Portão

Conforme a Brigada, acusados confessaram que pretendiam assaltar relojoaria

A ação rápida da Brigada Militar, ao abordar dois indivíduos em atitude suspeita, impediu um assalto a uma relojoaria no centro da Feliz na manhã de ontem, sexta-feira. O fato ocorreu por volta de 10 horas, na esquina da avenida Marcos José de Leão com a rua Maurício Cardoso.

Os soldados Wolf e Reis estavam em patrulhamento de rotina quando estranharam as atitudes de dois indivíduos. Durante a abordagem, com eles foram encontrados dois revólveres calibre 38, ambos municiados (carregados) e com numeração raspada. Os PMs então pediram reforço aos colegas, já que ao serem identificados se descobriu que suas fichas policiais possuem vários antecedentes criminais. Segundo a Brigada, inclusive já estiveram presos por assaltos à mão armada.

Rapidamente os PMs da Feliz avisaram os colegas de outras cidades da região, pois um terceiro indivíduo do grupo teria fugido num automóvel Corsa de cor vermelha. Este suspeito, Emerson Luis Rosa Machado, 23 anos, de Canoas, foi preso com o Corsa na cidade de Portão. Conforme a Brigada, o carro constava em ocorrência de furto.

Já os dois acusados presos no centro da Feliz foram identificados como Talmir Gonçalves Damaceno, 27 anos, e Luciano Alex Oliveira da Silva, de 21 anos, ambos da cidade de Alvorada, na Grande Porto Alegre. De acordo com os brigadianos, eles admitiram que pretendiam assaltar uma relojaria no centro da cidade. "Já tinham antecedentes deste tipo", diz o sargento Cavalheiro, que mesmo de folga e a paisana ajudou os colegas na prisão. "Eles disseram que estiveram na Feliz uma semana antes fazendo levantamento com a intenção do roubo", completa.

Os três presos foram encaminhados para as Delegacias da Feliz e de Portão, sob as acusações de porte ilegal de arma e receptação de veículo furtado. Após, seriam encaminhados para o Presídio Central, em Porto Alegre.
A Brigada Militar e a Polícia Civil ressaltam a importância da comunidade denunciar, telefonando para o 190 da emergência em caso de qualquer suspeita. Assim assaltos e outros crimes como este podem ser evitados. Se por um lado a rápida e eficiente ação da Brigada é comemorada por ter evitado o assalto, por outro causa preocupação que cada vez mais bandidos de outras regiões, como da Serra, Vale do Sinos e agora da Grande Porto Alegre tem migrado para o Vale do Caí para cometer seus crimes.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital