OFERECIMENTO:
Segunda-Feira, 17 de Abril de 2017 - Hora:16:20

Caçadores de asteroides

Instituto Internacional reconhece 11 asteróides indicados por alunos do Vale do Caí

IFRS teve seis descobertas confirmadas até o momento /Priscila Tonietto/Divulgação

As descobertas começam a ser registradas. Cada nova confirmação no site da Colaboração Internacional de Pesquisa Astronômica, IASC, é motivo de comemoração pela equipe de adolescentes que representam o Vale do Caí numa pesquisa científica de astronomia. Iniciada há 15 dias, os pesquisadores já identificaram 11 asteroides.

A confirmação do resultado preliminar mostra o rigor e a seriedade do trabalho. No site da campanha, os nomes dos descobridores aparecem abreviados, com os sobrenomes em evidência. Ao lado, o nome da instituição que representam e o país. Mais do que evidenciar a região, os 36 jovens dividem a responsabilidade de representar o Brasil.

A campanha reúne seis escolas de quatro municípios da região: Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) e a Escola Municipal de Ensino Fundamental Cônego Alberto Schwade, de Feliz, as Escolas Municipais Tiradentes e Felipe Jacob Klein, de Vale Real, a Escola Municipal Padre João Batista Ruland, de Alto Feliz e a Escola Municipal de Ensino Fundamental São José, de São Sebastião do Caí.

Cada equipe de alunos é orientada por um professor diferente e tem o objetivo de analisar uma série de imagens captadas por um telescópio no Havaí, que chegam via sistema às instituições participantes, e verificar a presença de asteroides. O desafio é encontrar esses astros ainda não catalogados e, por isso, após o término da campanha, as descobertas serão avaliadas quanto à sua veracidade.

As atividades iniciaram no dia 20 de março e se estendem até o dia 19 de abril, o que significa que novas descobertas ainda podem ser registradas. Para realizar a análise, os alunos-pesquisadores utilizam um sofware especial, que mede com precisão o tempo e a posição dos asteroides, movendo-se em segundo plano. As medições são registradas em um relatório enviado para o Minor Planet Center (Harvard). Os Asteroides numerados serão registrados em um catálogo oficial mundial e caso a descoberta seja inédita, os descobridores serão convidados, em cinco anos, a nomear o astro encontrado. Das descobertas registradas até o momento, cinco foram realizadas pelos alunos da Escola Municipal Padre João Batista Ruland e seis pelo grupo do Instituto Federal de Feliz.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital