OFERECIMENTO:
Montenegro - Segunda-Feira, 17 de Abril de 2017 - Hora:16:58

De quem é a responsabilidade?

Obra inacabada na lateral da RSC 287 pode causar acidentes

Nem Daer, nem Prefeitura, assumem a conclusão da obra na entrada do bairro Santo Antônio /Guilherme Baptista/FN

Uma obra inacabada na via lateral da RSC 287, junto ao canteiro em que a Rua Ernesto Zietlow serve de acesso ao bairro Santo Antônio, deixa o local perigoso, aumentando o risco de acidentes. Após ser tapado um grande buraco que existia na pista, reconstruído o bueiro e trocada à tubulação, a Prefeitura não concluiu os trabalhos. “A responsabilidade é do Daer. A Prefeitura já fez o conserto emergencial do bueiro porque o Daer não fez”, afirma o secretário municipal de obras, Valter Robalo.

De acordo com moradores e comerciantes próximos, faz cerca de seis meses que a situação está precária no local. “Não terminaram. Está perigoso. O bueiro está praticamente aberto e cabe uma pessoa dentro”, declara um morador, citando que quando chove continua alagando a rodovia. No local, devido aos alagamentos, já aconteceu inclusive um acidente grave onde um jovem motociclista caiu na inundação e foi atropelado por um caminhão, vindo a falecer. E quando foi colocado um aterro interditando o trecho para tapar o buraco, outro motociclista colidiu com o monte de terra e também morreu.

A Prefeitura colocou sinalização com cavaletes junto ao bueiro. Como não foi feita a repavimentação asfáltica, são muitos os buracos, deixando o trecho praticamente intransitável quando chove, já que vira um barral. E mesmo em tempo seco é uma buraqueira e com muita poeira.


Confusão no Daer
A reportagem enviou quatro e-mails para a Assessoria de Imprensa do Daer questionando sobre a responsabilidade da obra. Quando houve o primeiro retorno, na última quarta-feira, a resposta foi de que o trecho deverá ser atendido pelo contrato do programa Conserva Rotineira de rodovias pavimentadas . “O documento foi assinado no último dia 6 de abril com a Construtora Giovanella, vencedora da licitação, e prevê R$ 5,9 milhões para a manutenção constante de toda a malha pavimentada da 11ª Superintendência Regional do Daer, com sede em Lajeado, num total de 511 quilômetros”, informou a assessoria. “Os serviços devem iniciar nos próximos dias”, completou a nota oficial do Daer, na quarta-feira.

Só que no dia seguinte, ontem, quinta-feira, veio uma outra resposta. “A 11ª Superintendência Regional do Daer, de Lajeado, entrou em contato e afirmou o seguinte: apesar da existência do contrato para a manutenção das rodovias pavimentadas da região, o trecho citado da RSC-287 não é de responsabilidade do Daer. A autarquia realiza seus serviços na rodovia em si, e não em ruas laterais, que são de responsabilidade da prefeitura.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

O que vai acontecer com Lula?
Nenhuma das opções
Voltará a ser presidente
Será preso


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital