OFERECIMENTO:
Pelo Vale - Quarta-Feira, 25 de Outubro de 2017 - Hora:08:00

Depois da Parada Gay deve ter a Caminhada LGBT

Evento no Parque Centenário defendeu a diversidade e a igualdade

Escola de samba do Caí animou o público

O Parque Centenário de Montenegro costuma receber um grande movimento, principalmente nos finais de semana. E no domingo de sol do último dia 22 tinha teve uma atração diferente no parque, o qual fazia algum tempo não sediava promoções no Pavilhão de Eventos em função de problemas estruturais e de falta de energia.

Foi um domingo para ressaltar a importância da diversidade, respeito e igualdade. A Parada Livre LGBTT, já em sua primeira edição em Montenegro e na região, teve uma grande participação. E no evento não estiveram apenas lésbicas, gays, travestis, bissexuais e transexuais de várias cidades do Estado, mas também heterossexuais e pessoas de diversas idades. “O evento foi um sucesso. Não teve briga e nenhum incidente. Teve muito amor, alegria, shows e confraternização”, comemora Paula Kerber, transexual montenegrina que organizou o evento. “Todos gostaram muito e estão pedindo bis. O pessoal vai com outra visão sobre parada gay e vê que não é nada demais”, festeja. “A próxima edição vamos tentar incluir no calendário de eventos do município. Vamos programar novamente para outubro, sendo em Montenegro a primeira parada livre do ano no Estado”, projeta.

Foi um evento aberto à comunidade, com entrada franca, onde também foram arrecadados alimentos, leite e roupas que já foram doados para famílias carentes. “Foi um sucesso. Já estamos pensando em outros eventos. Já estou montando projeto para a primeira Caminhada da Diversidade LGBTT no centro de Montenegro. Um baile com a escolha do Miss Mister, Gay, Drag, Trans e Miss Diversidade de Montenegro. Não vamos parar”, salienta Paula Kerber. “Esteve presente a presidente da Ong Igualdade no Estado, Marcelly Malta. Estou abrindo também a ONG em Montenegro no mês que vem”, completa.


Caienses participaram
Paula Kerber ressalta que o evento em Montenegro teve o apoio da Prefeitura, Câmara de Vereadores e de algumas empresas. “Não utilizamos verba pública. A Prefeitura apoiou cedendo o espaço do parque”, esclarece. Agradeceu a presença do prefeito Carlos Eduardo Müller (Kadu), vereadores, secretários e demais autoridades, além da comunidade em geral. “Buscamos visibilidade para a igualdade. A sociedade ainda é muito preconceituosa.Não somos diferentes e temos os mesmos direitos de qualquer um”, declarou.

Ao longo da tarde e até o início da noite foram muitas as atrações que passaram pelo palco do Pavilhão de Eventos do Centenário. Aconteceram shows de danças, drag queens, DJs, missis e outros diversos artistas. Também militantes da causa da diversidade. Destaque para a bateria da Escola de Samba Império da Zona Branca, do Caí, que animou o público, enquanto a caiense Rafaela Nunes balançava no palco a bandeira arco-íris que é o símbolo das igualdades.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital