OFERECIMENTO:
São José do Sul - Sábado, 10 de Junho de 2017 - Hora:08:14

Dois minutos que duraram uma eternidade

Tempestade deixou cenário desolador no centro de São José do Sul

Cobertura da Creche Laranjinha ficou, seriamente, danificada /Cleo Meurer/FN

“O telhado da nossa casa voou e fomos correndo buscar socorro no nosso vizinho. Mas a casa dele também já estava destelhada”. O casal Ivo José e Nair Lenhardt, 78 e 72 anos, respectivamente, ainda dormia, assim como muitos dos moradores do centro de São José do Sul, quando, por volta das 5h40 da quinta-feira, uma corrente violentíssima de vento avançou por boa parte do centro da cidade destruindo, praticamente, tudo o que havia pela frente.

Em não mais que dois minutos, o que restou numa faixa de 300 metros na Rua Valdemar Bohn, a partir do entroncamento com a Avenida Antônio Kirch em direção ao norte, foi um cenário de guerra, desolador. Restos de materiais de construção, galhos e fios da rede de energia elétrica tomaram conta de vias e pátios. Não muito distante dali, às margens da BR 470, diversos imóveis ficaram danificados, severamente. A estrada, por conta da queda de árvores, teve o trânsito interrompido.

A destruição bem localizada - o que indica a possibilidade da ocorrência de um tornado - não só surpreendeu os moradores das áreas atingidas, mas também habitantes de outras localidades. Alguns pais chegaram a levar, normalmente, seus filhos para a Creche Laranjinha – a cerca de 100 metros da residência do casal Lenhardt -, mas ao chegaram na unidade foram pegos de surpresa por um prédio, praticamente, em ruínas. O complexo foi isolado ainda durante a manhã de quinta e, conforme o secretário municipal de Educação, Sidnei Gustavo Schommer, não há previsão para o reestabelecimento do atendimento às 56 crianças da escola infantil. A Escola Professora Maria Valéria Kirch também teve suas aulas suspensas.

O vento deixou cerca de 60 pessoas desalojadas, conforme estimativas da administração municipal. Na Linha Progresso, uma casa foi ao chão, deixando a moradora com ferimentos. Ela foi medicada e liberada. Além de residências, prédios comerciais, a Capela São Francisco de Salles e até túmulos do cemitério católico sofreram estragos por conta da tempestade.

“Foi tudo muito rápido. Parecia um avião passando baixo, um barulho muito forte. Nunca vi algo parecido”. O relato assustado do segurança Volmir Silveira, 45 anos, que chegou a seu lar instantes antes da ocorrência da tormenta era compartilhado pelos moradores das redondezas. O que se viu nas primeiras horas da manhã de chuva fina em São José do Sul foi uma comovente onda de solidariedade. Mãos se juntaram na tentativa de salvar o que ainda fosse possível. “Na minha casa já coloquei uma lona, não tenho muito o que fazer lá. Então, resolvi vir ajudar os vizinhos que estão precisando”, conta André Petry, 49 anos. Antes da volta da chuva mais forte, a corrida foi para tentar preservar eletrodomésticos e móveis e colocar lonas nos tetos dos imóveis.

Servidores da prefeitura de São José do Sul, imediatamente, passaram a trabalhar no socorro às famílias atingidas e também na liberação das estradas. Com o fornecimento de energia comprometido, alguns pontos também acabaram ficando sem água. Um gerador foi locado para utilização na rede de abastecimento da Linha Canavial.

“Deveremos decretar Situação de Emergência, a partir de uma visita da Coordenadoria Regional de Defesa Civil (prevista para a tarde de ontem). Vamos ter muito trabalho pela frente, é uma situação de muita dificuldade para a comunidade”, lamentou o prefeito Silvio Kremer “Filé” (PDT), que também fez questão de acrescentar que nunca havia testemunhado algo parecido nos seus 43 anos de vida.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

O que vai acontecer com Lula?
Será preso
Nenhuma das opções
Voltará a ser presidente


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital