OFERECIMENTO:
Capela de Santana - Quinta-Feira, 09 de Fevereiro de 2017 - Hora:15:23

Duas mortes em açudes em uma semana

Afogamentos ocorreram em áreas do antigo assentamento

Açudes serve de locais de diversão e lazer no verão, mas os banhistas devem tomar cuidado /Reprodução/FN

Duas mortes por afogamento aconteceram em menos de uma semana em açudes de Capela de Santana. Pessoas que foram viver momentos de lazer e diversão com amigos e familiares acabaram perdendo a vida. Por isso vale o alerta para evitar novas tragédias.

Conforme a Brigada Militar, muitas pessoas, principalmente de outras cidades e até regiões, como Vale do Sinos e Grande Porto Alegre, visitam locais de Capela que funcionam como balneários. Como em alguns locais funcionam bares, acampamentos e até é cobrado ingresso, a Brigada tem feito contatos visando aumentar a segurança, como com a colocação de salva-vidas, bóias e placas de alerta. Só nos últimos dias, entre 29 de janeiro e 4 de fevereiro, duas pessoas morreram afogadas em açudes de assentamentos de colonos sem-terra. De acordo com a Brigada, durante a temporada de verão estes locais são muito freqüentados, mas devido a profundidade dos açudes os banhistas devem tomar cuidado.


Duas mortes
Diego de Souza, de 24 anos, que morava em Canoas, desapareceu nas águas de um local conhecido como Açude dos Padres na localidade de Sanga Funda na tarde do último sábado quando tomava banho com um colchão inflável. O corpo foi encontrado na manhã de domingo pelo grupo de busca e salvamento dos bombeiros de Porto Alegre.

Segundo a Brigada Militar, o Açude dos Padres fica no assentamento Capela, perto da divisa com Nova Santa Rita. E outras mortes por afogamento já ocorreram no mesmo local.

No dia 29 de janeiro, domingo retrasado, Osmar Rodrigues da Rosa, de 67 anos e morador de Novo Hamburgo, morreu afogado num açude do chamado Balneário do Idone. Conforme a Brigada, o balneário está situado no assentamento São José e também é muito freqüentado.

Um ano atrás, um rapaz de 21 anos também perdeu a vida num açude de Capela de Santana. E o alerta não vale só para os açudes. Em dezembro do ano passado um homem também morreu num arroio do município durante uma pescaria.

Vale o alerta para que a diversão não acabe em tragédia. Os banhistas devem evitar locais profundos e entrar na água em locais com segurança.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Com mais barreiras e operações policiais, aumentou a segurança na região?
Não
Sim


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital