OFERECIMENTO:
Quarta-Feira, 19 de Abril de 2017 - Hora:10:49

Edição nº 243, de 09 a 16 de abril de 1987

Resumo de notícias de 30 anos atrás

O Governador também deve vir
Não vai faltar nem mulher no Festival do Chopp deste ano

A grande preocupação do novo presidente da Sociedade Cultural e Esportiva Feliz com relação a este próximo Festival do Chopp é a de que não falte nada para que a festa realmente alegre e satisfaça a todos que dela participarem. No ano passado, devido ao afluxo inesperado de pessoas na segunda noite do festival, superando todas as espectativas, chegou a faltar canecos e, por algum tempo, até chopp. Faltou também espaço, obrigando a direção do festival a abrir os portões, para deixar que os participantes saíssem à rua.

Este ano tudo foi providenciado para que estes problemas não se repitam. O pátio interno foi ampliado; a rua na frente da sociedade foi asfaltada para que o espaço seja melhor aproveitado; as instalações de serpentinas e tubulação para fornecimento do chopp estão sendo ampliadas pela Antarctica, garantindo o abastecimento, mesmo que o público seja maior do que o do ano passado. Mas não para por ai as preocupações do presidente no sentido que nada falte para a festa ser completa. Foi notado nos festivais passados que havia um número desproporcional de homens em relações às mulheres, no festival. Talvez, por gostarem mais de chopp, os homens sempre compareceram em maior número. Pensando nisto, o presidente determinou que houvesse uma maior diferença entre o preço do ingresso masculino (Cz$300,00) e o feminino (Cz$ 120,00). Nos anos anteriores, o ingresso era apenas 50% mais caro para os homens. Com esta medida, espera-se que seja mais estimulada a presença das mulheres e se estabeleça um maior equilíbrio entre o número de homens e mulheres, o que é sempre conveniente numa festa baile.


Rodeio do Caí começa dia 1º de maio
Está se aproximando o Rodeio de São Sebastião do Caí, que será realizado no primeiro fim de semana  (dias 1º, 2 e 3).

Na sexta haverá desfile de cavarianos, abertura oficial do 7º Rodeio Crioulo, provas e gincanas. No sábado iniciam as eliminatórias do tiro de laço em dupla e a classificatória de declamação, concurso de gaita ponto e gaita piano, danças com invernadas artísticas e os concursos da mais prendada prenda, trovas, gineteadas, chula, canções gauchescas. Já no domingo haverá missa crioula, finalissíma do concurso de tiro de laço em dupla e do concurso de declamação. Outras provas e atividades acontecerão também durante o dia.


Fotógrafo tem uma valiosa coleção de motos antigas no Caí

Depois da arte de fotografar, a ocupação preferida do fotográfo Vilson Nunes da Silva é colecionar motocicletas antigas, o que faz desde 1968, quando tinha 17 anos de idade. Ele começou lendo um anúncio nos classificados do Correio do Povo, que fez comprar uma moto DKW fabricada em 1936. Andou nela bastante tempo e depois vendeu-a para Nico Benemann, de Feliz. Após, Vilson comprou uma JAWA, pertencente ao Michelis, o homem mais forte de Bom Princípio. Nesta época ele comprava as motos só para andar.

Depois ele teve a preocupação de deixar as motos todas originais. Comprou uma MSV 1936 e utilizando as peças de três motos antigas e deixou-a toda original. Esta MSV chegou dentro de um caixote e Vilson a fez sair rodando.
Aproximadamente já passaram pelas mãos de Vilson umas 30 motos. É um negócio relativamente lucrativo, que Vilson faz por hobby. Ele gosta de colecionar motos que perteceram à pessoas ligadas ao município. Trata-se de um trabalho de busca de muitos anos, que ele não vende fácil.

Uma das motos, a Norton, ele procurou por 18 anos, até que achou em Sapucaia do Sul. Em troca dela, Vilson entregou uma Harley Davidson 1200, o que foi considerado por muitos exagero.

Vilson é sócio do Veteran Motorcyclo Club do Brasil. Deste modo, é fácil para ele encontrar catálogos e manuais de peças. Em contato com outros colecionadores e restauradores de moto no Estado e no País, ele consegue trocar as peças que são necessárias para refazer as motos.

 

colunas e blogs

o Vale quer saber

O que vai acontecer com Lula?
Voltará a ser presidente
Nenhuma das opções
Será preso


Escritrio Comercial S. S. do Ca:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritrio Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administrao:
Rua Fato Novo, N 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Ca | RS | Por Nigma Agncia Digital