OFERECIMENTO:
Quinta-Feira, 06 de Outubro de 2016 - Hora:10:35

Edição nº 216, de 1º a 8 de outubro de 1986

Resumo de notícias de 30 anos atrás

Caí entra na Era do Vídeo

As engrenagens que fazem girar a economia de um município podem mudar com o correr do tempo. Houve um dia em que a atividade principal do Caí, era a navegação fluvial. Hoje, é principalmente a indústria de calçado que movimenta a nossa economia, mas não é certo que isso continue. Por isso, é importante que se acompanhe atentamente cada nova atividade econômica que vai surgindo.

Um caso destes, é o negócio que dois caienses estão começando agora: a Caí Vídeo, a primeira locadora caiense de filmes. Os pioneiros que começam esta atividade na região são Paulo Kruse e Jerônimo Scheffamacher (contabilista caiense, filho de Ronald Scheffamacher). Grandes apreciadores de cinema, os dois rapazes lançaram-se a esta iniciativa mais pelo amor do que pela intenção de ganharem dinheiro. Os dois fizeram um elevado investimento e adquiriram de saída 130 filmes que estão à disposição dos locadores na loja, já montada na rua treze de maio, entre o Bradesco e a Livraria Caiense.

Outro aspecto é que em cassete não há censura. Graças a isto podem ser encontrados, também, filmes pornográficos do tipo que só são apresentados em cinemas especializados das grandes cidades.


Grupo Umuarama grava seu disco

O Grupo Umuarama foi criado em novembro do ano passado, com um só objetivo: gravar um disco. Talvez possa parecer um tanto sonhadora a ideia, mas foi exatamente assim que aconteceu, o gruponasceu a partir da iniciativa de um grupo de artistas montenegrinos em gravar um disco.

Tudo começou no cemitério. Era Finados e Paulo Moraes, fundador do Umuarama, encontrava-se no Cemitério local em companhia de amigos. Junto estava o conhecido artista Odilson Nascimento, e este foi direto falando ao Paulinho: "Por que vocês não gravam um disco?". Aquilo pareceu uma brincadeira. No entanto, a ideia foi amadurencendo. Paulo, então, fez e organizou a formação do grupo, atuando como ritmista e compositor, juntou-se a Cneu Garcia, acordeonista e compositor; e mais Ary Machado, violinista, cantor e compositor.

O nome Umuarama nasceu quando Paulinho estava no sítio do amigo compositor Flávio Vargas, cujo nome é Umuarama. Paulinho se interessou pelo nome e perguntou o seu significado. E Flávio então disse que Umuarama significava na língua Tupi-Guarani "um encontro de amigos". Com o consentimente de Flávio, Paulo descidiu adotar aquele nome para o grupo, pois o definia.


Chico Bergmann é um campeão

Fato incomum, assim como aconteceu com o poeta Mário Quintana, que alcançou o reconhecimento e a glória com mais de 60 anos, ocorreu também, com o caiense Omar (Chico, Picapau) Bergmann no esporte. Nascido em 6 de outubro de 1919, em Porto Pereira, mudou-se para São Sebastião do Caí, aos dois anos de idade, juntamente com sua família.
Sua queda pelo esporte, herdou de seu pai, João Alfredo, inveterado do famoso grupo Não Pode, da Sociedade Ginástica, hoje Clube Aliança.

Mas seu primeiro contato com o tênis aconteceu em 1933 aos 14 anos. Realizava-se naquele ano, na antiga sede do Caí Tênis Clube, um torneio da qual participavam os melhores tenistas da cidade: Carlito Adams, Osvino Müller, Bruno Hogroefe e Ernesto Mohn.

Não queriam que ele participasse, mas insistiu e acabou vencendo de forma sensasional. Naquele momento, ele sentiu que seu esporte era o tênis e não o futebol, que também praticava. Assim iniciou a trajetória brilhante que prossegue até hoje.

Suas principais conquistas foram: vice-campeão da Copa Eberle em 1939; Campeão estadual em duplas 1943, junto com Mauro Michaelsen. Em 1948 ingressou na equipe das Organizações A. J. Renner, da qual fizeram parte Ari Acholler e Nelson Melin, e eles venceram o campeonado brasileiro por equipes. Venceu em 1956 e 1967 o campeonato estadual. Em 1953 venceu no Uruguai, o campeão nacional, Kruell. Após esta fase, chegou na categoria de veterano e obteve os títulos mais expressivos : campeão sul americano, em Buenos Aires e mundial em Baden Baden na Alemana, em simples e dupla com Derni Queiroz. Depois disputou a Copa Britânica na Áustria e na Suiça na modalidade simples. Todos os seus troféus estão expostos na Galeria Omar Bergamann o Country Tênis Clube.

 

 

 

colunas e blogs

o Vale quer saber

Onde você gostaria de morar?
Rio de Janeiro
Paris
Feliz
São Paulo
Caí
Porto Alegre
Montenegro
Bom Princípio


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital