OFERECIMENTO:
Quinta-Feira, 26 de Janeiro de 2017 - Hora:09:29

Edição nº 232, de 22 a 28 de janeiro de 1987

Resumo de notícias de 30 anos atrás

Até algumas semanas Seu Jacob ainda cortava lenha e tocava o seu bandôneon
Morre Jacob Trein, aos 102 anos

Morreu no último domingo, João Jacob Trein que, aos 102 anos, era considerado o homem mais idoso de todo o Vale do Caí. Jacob Trein nasceu no dia 11 de setembro de 1884 e viveu toda sua vida na mesma localidade em que veio a falecer: a vila de São José do Hortêncio.

Há dois anos, quando ele completou seus cem anos de vida, a comunidade hortenciense organizou uma grande festa de aniversário em sua honra, à qual compareceram mais de duas mil pessoas. Ele era, então, um homem saudável e, embora um pouco surdo, tinha a mente bastante clara. Gostava de tocar bandôneo e flauta e fez uma apresentação das suas músicas no dia da festa. Ele permaneceu assim até o final do ano que passou. No dia 2 de janeiro, seu Jacob não se sentiu bem e desde esse dia não se recuperou mais. Ele mesmo disse que estava no fim, lamentou que não podia mais trabalhar e disse que só o que lhe restava, agora, era morrer. No dia 5 de janeiro ele foi levado para uma consulta com o Dr. Cassel, que constatou que o caso era de esclerose e que pouco poderia ser feito por ele. Voltando para casa, seu Jacob ficou acamado até o seu último dia.

Jacob foi casado com Guilhermina, que faleceu há vinte anos. O casal teve onze filhos, dos quais oito ainda estão vivos, sendo que, destes, a mais velha foi a filha Eli, já falecida, que hoje teria 77 anos.


Presídio do Caí será interditado

O Promotor de Justiça Adalberto Oliveira Vargas formulou ao doutor Sejalmo Sebastião de Paula Nery um pedido de interdição do Presídio Municipal de São Sebastião do Caí, com a transferência dos detentos para o prédio contíguo, temporariamente.

Isto se deve as precárias condições onde atualmente encontram-se no cárcere seis detentos, que nem mesmo foi adaptado para servir de estabelecimento prisional. No ano passado ocorreram três fugas, devido à facilidade que os detentos tiveram de sair pela janela, até à falta de segurança do prédio.

Na opinião do administrador, é uma responsabilidade muito grande manter detentos, funcionários, além de visitas de advogados, sob um teto que a qualquer momento pode desabar. As divisórias internas entre os pisos são de madeira e estão podres, atacadas por cupim.



Jair Soares joga tênis no Country

No fim da tarde de terça-feira desta semana, o governador Jair Soares foi à São Sebastião do Caí para jogar duas partidas de tênis numa das quadras do Country Tênis Clube. Quando da inauguração desta quadra, em 27 de abril de 1985, o Governador havia sido convidado para fazer a partida inaugural e, embora ele tenha aceitado o convite naquela oportunidade, acabou por não comparecer em virtude de sérios problemas surgidos naquela ocasião. Agora, quando finalmente lhe foi possível comparecer, foi decerrada uma placa comemorativa com o seu nome e feita uma inauguração simbólica da quadra.

Após a rápida cêrimonia foram realizadas duas partidas entre o governador e seu parceiro Oscar Maciel Trindade contra duas duplas locais. Na primeira partida Jair Soares e Trindade enfrentaram os veteranos Chico Bergmann e Jaime Blauth. Os visitantes venceram a primeira partida por 6x0 e 6x1. Na segunda partida, os visitantes enfrentaram jogadores mais jovens, mas mesmo assim a vitória saiu em dois sets: 6x4 e 6x4 a favor de Soares e Trindade, sobre os caienses Frederico Kayser e Leonel Castilhos.

Segundo comentário de um de seus adversários, o Governador, além de contar com um bom companheiro de dupla, mostrou que tem boa técnica e está em forma. Como desculpa, o mesmo adversário comentou que não se empenhou muito no jogo porque ficaria feio derrotar um visitante tão ilustre.


Homem que recebeu coração quer vir até o Caí agradecer
O  ex-padre e atual servidor público, Darcy da Silva Sant'anna, que recebeu o coração de caiense Paulo Delfino Bueno da Silva, o irmão de Tuguinha e Eduardo, morto ao cair de um andaime na Feliz, está passando bem no Instituto do Coração em Porto Alegre. Diz ele que a primeira coisa que deseja fazer ao deixar o hospital é ir até São Sebastião do Caí agradecer aos familiares de Paulo Delfino, pelo gesto de caridade que fizeram ao permitr que o coração do familiar fosse cedido para a realização do transplante.

 

 

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital