OFERECIMENTO:
Quarta-Feira, 17 de Agosto de 2016 - Hora:14:13

Edição nº 209, de 14 a 21 de agosto de 1986

Resumo de notícias de 30 anos atrás

Marcelino: por fim, o reconhecimento

Marcelino Schmitz faz esculturas para a Catedral Metropolitana

Marcelino Schmitz, hoje com 25 anos, foi um menino nascido na localidade de Bom Fim, em Bom Princípio. Já na sua adolescencia, nas horas vagas, ele desdicava-se a esculpir estátuas de madeira.

Para ele aquilo representava uma fuga. Depois de um dia inteiro na lavoura, ele se entregava à fantasia de transformar a madeira em imagens dos seus sonhos.

Dedicou-se àquilo com verdadeiro fanatismo e conseguiu fazer estátuas muito bonitas que receberam elogios de algumas pessoas que entendem de arte.

Então, com 21 anos ele entusiasmou-se e fez uma obra de grande porte: um grande relógio que funcionava perfeitamente. Porem as coisas não foram ainda como ele queria.

No ano passado, já desiludido da arte como madeira, como forma de ganhar a vida. Marcelino resolveu montar uma carpintaria. Foi então, que surgiu sua grande oportunidade. O arcebispo Dom Cláudio Coling empenhou-se para concluir as obras da Catedral Metropolitana de Porto Alegre. Para isso, uma das coisas que faltava eram as portas da entrada principal e a Marcelino foi incarregado esta responsabilidade. Foi um trabalho enorme e ele teve de correr contra o tempo. Faltavam apenas oito meses para a inauguração.

A obra que lhe deu projeção e colocou finalmente na posição que há tanto tempo esperava ocupar, compõe-se de uma série de motivos esculturais entre os quais se destacam os bustos do apóstulo Pedro, do papa João Paulo II, do cardeal Dom Vicente Scherer e de Dom Cláudio Coling. A obra ainda não foi inteiramente concluída, mas está pronta nos seus pontos principais. E é assim que Marcelino, com muito esforço, e depois de muitas desilusões vê realizar-se o seu sonho.


Abacate enxertado: Um bom negócio para quem planta

Os técnicos da EMATER da Feliz juntamente com alguns agricultores do município estão realizando uma experiência. Trata-se do plantio do abacate com o uso de encherto.

A técnica é muito vantajosa, a começar pelo fato de que desta forma a planta começa a produzir com três anos ao invés de seis, como acontece normalmente. Além disto, é possível selecionar para o encherto uma variedade de abacate que produz no verão, fora de sua época, portanto, com grande vantagem no preço de venda deste mesmo produto.


Rosane Gehlen é candidata a embaixatriz do turismo

No próximo final de semana, dias 15 e 16 de agosto, a jovem montenegrina, Rosane Gehlen, vai participar do concurso Embaixatriz do turismo do Rio Grande do Sul, a realizar-se na cidade de Santo Ângelo.

O concurso será às 10 horas da manhã de sábado. Angela competirá com outras 44 candidatas, pelo título de Embaixatriz do Turismo 86.


Zé Loco destaca-se no Motocross de Santa Maria

José Carlos Flores, o popular Zé Loco, disputou uma prova do Campeonato Regional de Motocross, realizada em Santa Maria, no dia 10 de agosto, domingo. Dos 24 particpantes, 16 ficaram até o final.

Zé Loco está em segundo lugar na sua categoria. Se continuar mantendo um bom desempenho, ele ficara entre os cinco primeiros da sua região, podendo disputar entre os quinze melhores de todas as regiões.

 

 




 

 

colunas e blogs

o Vale quer saber

Após a delação premiada, os diretores da JBS devem:
Ficar livres
Ser presos


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital