OFERECIMENTO:
Segunda-Feira, 16 de Fevereiro de 2015 - Hora:09:16

Edição n° 131, de 14 a 20 de fevereiro de 1985

Resumo de notícias de 30 anos atrás

O carnaval de rua caiense este ano vai ser melhor ainda

Nesta sexta-feira começa o carnaval caiense de 1985. O desfle na Marechal Deodoro este ano terá um brilho todo especial, pois além da tradicional participação do bloco Escravos do Luar, do Clube Aliança e da Escola de Samba América, desflará ainda a escola Independentes, de Montenegro. Trata-se de uma grande escola que se destaca pelo luxo e pela beleza das mulheres que se apresentam em trajes audaciosos.

Além de apresentar-se no Caí e em Montenegro, a Independentes estará participando do carnaval de rua em Campo Bom e em Porto Alegre, o que dá bem uma ideia de qualidade da sua apresentação.

O desfle deste ano começará às nove horas da noite, e trata-se de um espetáculo que simplesmente não dá para perder e deverá atrair muita gente inclusive dos municípios vizinhos.

O pagador de promessa

Roque Grassman, de 38 anos, agricultor de Nova Colúmbia, decidiu deixar crescer a sua barba, cumprindo uma promessa da qual ninguém de sua família conhece o motivo.

Roque já foi seis vezes à pé até o Santuário de Caravágio em Farroupilha. Talvez o motivo dele deixar crescer a barba por dois anos tenha sido uma promessa motivada pela doença dos pais, pois ambos têm problemas de saúde. Resta apenas torcer para que sua promessa seja bem aceita e o seu desejo realizado.

Sulbrasileiro: Depois de 80 anos no Caí, o apoio na hora da crise

No Caí, há cerca de 80 anos, mas já tendo trocado de nome 3 vezes, o Banco Sulbrasileiro está com a sua continuação ameaçada. A agência caiense tinha uma vida próspera até que na semana passada o Banco Central decretou a intervenção no Sulbrasileiro.

Apesar da compreensão demonstrada pela maioria dos clientes, uma longa fla de pessoas que queriam retirar seu dinheiro se formou em frente ao banco. A verdade é que havia um natural descontentamento dos clientes que, de uma hora para outra, viam-se impossibilitados de retirar seu dinheiro. Existe entre os funcionários a plena confança de que será encontrada uma solução breve para o problema com a devolução dos valores depositados.

 

O desaparecimento de Plínio: Tudo não passou de um susto

Plínio Poersch é pessoa bastante conhecida em Bom Princípio, onde nasceu e onde tem sua residência. Na última quinta-feira, ele estava em Bom Princípio com a família e teve de ir até Caxias para tratar de negócios.

Resolveu levar consigo, para aproveitarem o passeio a esposa Nelci e os flhos Eduardo e Fernanda. Disse para os parentes que voltaria logo. Passou o dia e ele não voltou nem deu notícias. Passou toda a noite e nada. A família estava muito preocupada, temendo um acidente ou assalto. A preocupação foi aumentando cada vez
mais e na manhã do dia seguinte o irmão de Nelci, foi à polícia notifcar o desaparecimento. Parentes e amigos, usando dez automóveis, passaram a percorrer a rodovia que liga Bom Princípio a Caxias parando em cada curva para olhar se o carro de Plínio não havia descido o barranco.

Toda preocupação, era infundada. O que aconteceu foi que Plínio chegando em Caxias soube que em Santa Catarina, clientes solicitavam a sua presença e ele resolveu ir até lá levando consigo a mulher e os flhos.

Na sexta-feira Plínio ligou para a cidade informando um problema no carro, o Padre sabendo da preocupação dos famíliares, contou a eles a situação, assim tranquilizaram-se.

 

colunas e blogs

o Vale quer saber

O que vai acontecer com Lula?
Será preso
Nenhuma das opções
Voltará a ser presidente


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital