OFERECIMENTO:
Quarta-Feira, 22 de Julho de 2015 - Hora:14:50

Edição n° 153, de 18 a 24 de julho de 1985

Resumo de notícias de 30 anos atrás

Ganhou na Loto e esfaqueou prostituta pela qual era apaixonado

José Flores Vieira, 32 anos, é um homem trabalhador, tido como boa pessoa. Ele tem um defeito físico: um corte no lábio. Isso o impede de falar normalmente. Sua voz é fanhosa, razão pela qual é conhecido pelo apelido de Zé Fanho ou também Beicinho.

Talvez até por esta razão, José permaneceu solteiro e frequentava assiduamente a zona de prostituição local, onde procurava comprar o amor.

Na sexta-feira da semana passada, José estava eufórico. Ele havia ganhado, segundo contou aos amigos, a quadra da Loto e iria receber 13 milhões de cruzeiros. Naquela noite, foi até a zona e bebeu bastante. E, segundo contam algumas prostitutas da Zona, ele disse que era apaixonado pela Nelci, uma mulher nova vinda de Farroupilha. Falaram então que ele queria tomar umas cervejas com ela. A prostituta sentou-se na mesa de José e este, depois de algumas cervejas perguntou se ela concordaria que ele passasse a noite dormindo com ela. "Por que não" respondeu a mulher. Depois eles saíram para a rua. Não se sabe exatamente o que aconteceu depois que os dois saíram.

Algum tempo depois Nelci estava sentada junto à porta de uma das casas do Morro e corria-lhe sangue abundantemente de dois ferimentos.

Um acima do seio esquerdo e outro na garganta. O ferimento da garganta atingiu uma veia e o sangue corria dali aos borbotões. Espalhou-se imediatamente pelas casas a notícia do crime. Nelci logo foi levada ao hospital. Lá foi feito curativos e o tratamento para reduzir a hemorragia e em seguida, ela foi colocada numa ambulância com destino ao HPS, em Porto Alegre. Nelci ainda falava e contou que quem a havia apunhalado era o Zé Fanho. Ela usava este apelido cruel para designar o homem que, segundo consta, era apaixonado por ela. Não só isto. Ela ainda tinha o hábito de imitá-lo gozando o defeito físico.

Pode-se imaginar, por estes danos, que ao saírem à rua, os dois tenham se desentendido, ele se sentiu magoado com algo que ela disse ou fez e, embriagado, teve este gesto violento desferindo na mulher os golpes que quase causariam a sua morte.

Nelci chegou mal no Hospital de Pronto Socorro. Mas já melhorou e seu estado é tido como regular.

Nos dias seguintes ao crime, José esteve desaparecido. A reportagem não conseguiu ouví-lo. Mas sabe-se que ele ficou de dar seu depoimento ao delegado na tarde de ontem.

Uma nova pedreira em 30 dias 

No sábado, o prefeito Bruno Cassel estará participando de uma excursão na qual ele, acompanhado de seu vice prefeito, secretários, vereadores e da direção do seu partido, irá visitar as obras que sua administração executa atualmente. O Dr.

Cassel terá muitas coisas para mostrar. As principais obras serão a grande escola que está sendo erguida no bairro Quilombo, com capacidade para mil alunos e a pedreira implantada no Angico, a qual já se encontra em fase final de construção e deverá entrar em operação dentro de 30 dias.

A pedreira é uma obra de importancia primordial, pois a partir dela muitas obras serão executadas. Com a pedra extraida serão melhoradas estrada do interior e feito novos calçamentos.

Caixa Estadual em Bom Princípio

A expectativa de uma implantação em breve de uma agência da Caixa Econômica Estadual em Bom Princípio está se tornando cada vez mais próxima de ser confirmada. Conforme já foi notificado, o presidente da entidade já manifestou o seu interesse em instalar a agência no município.

Pelo que se sabe, a Caixa inicialmente se instalaria num prédio alugado, mas há de parte da prefeitura a disposição de doar um terreno localizado no mesmo centro administrativo e bancário onde atualmente se constroem a prefeitura e a CRT.

 

 

 

colunas e blogs

o Vale quer saber

O que vai acontecer com Lula?
Nenhuma das opções
Será preso
Voltará a ser presidente


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital