OFERECIMENTO:
Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2014 - Hora:14:01

Edição n° 80, de 23 de fevereiro a 1 °de março de 1984

Resumo de notícias de 30 anos atrás

Major Itovar no seu F-5
Um caiense supersônico

Era uma vez, não faz muitos anos, um menino caiense que teve um sonho. Ele quis ser aviador e pilotar aviões à jato.

Hoje com a idade de 33 anos aquele garoto sonhador transformou em realidade as suas aspirações e é piloto de um dos mais modernos aviões militares do mundo: o F-5 um jato supersônico de fabricação norte americana.

Tendo atingido à patente de Major Aviador, uma das mais elevadas na escala dos oficiais da aeronáutica brasileira, Itovar Sílvio da Silva conseguiu atingir uma posição das mais privilegiadas e se prenuncia para ele uma carreira admirável.

Filho de Ivo Silva e de Dona Irene, Itovar nasceu no Caí, sendo o mais velho de quatro irmãos. Os demais são Marco Antônio (Caçamba), Luiz e Berenice.

Feliz comemora 25 anos

Calcula-se, talvez com um pouco de otimismo, que cerca de 2.500 pessoas estavam presentes à praça Lidovino Fanton na noite da última quinta-feira para assistir aos festejos de 25 anos de emancipação de Feliz.

Uma placa em homenagem ao deputado Lidovino Fanton que foi o grande articulador da emancipação foi descerrada pela viúva do deputado.

Schneck: Boa política na prefeitura

O prefeito em exercício Egon Schneck continua recebendo inúmeras visitas em seu gabinete, tendo lá comparecido representantes de quase todos os partidos políticos que foram cumprimentá-lo e desejar-lhe felicidades no exercício do seu mandato.

Pelo que se vê, não estava errado o prefeito Bruno Cassel quando falou dois anos atrás para justificar a escolha de Schneck como candidato a vice-prefeito: " Eu não sou político. O Schneck sim que é"

Um salto para a morte

Ivone Neli de Souza morava no Despique e já há vários anos ameaçava suicidar-se.

Na quinta-feira passada resolveu cumprir a ameaça. Saltou da ponte do Rio Caí para a morte: Uma queda de 17 metros.
Às quatro e quinze da tarde haviam alguns banhistas se refrescando do calor na praia existente abaixo da ponte na localidade de Matiel, quando Ivone decidiu saltar.

As testemunhas comunicaram o fato à polícia e foram iniciadas as buscas ao cadáver. Uma hora e quinze minutos depois, o corpo foi localizado por Adair Porpício.

Ivone era casada há 18 anos e deixou duas filhas uma de 15 e outra de 9.




 

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital