OFERECIMENTO:
Segunda-Feira, 31 de Agosto de 2015 - Hora:09:24

Edição nº 159 de 29 de agosto a 4 de setembro de 1985

Resumo de notícias de 30 anos atrás

Zanatta acha que não convém apresentações assim
Padre Zanatta não gostou da dança

Nunca havia acontecido um caso tão polêmico em Capela de Santana como o do dia 28 de julho. Neste dia havia uma festa no salão paroquial e, a convite dos festeiros, um grupo de danças da escola da professora Maristela Gadens, do Caí, foi fazer uma apresentação na festa.

Apresentaram-se então as crianças do jardim, com idades entre 6 e 7 anos, e foram muito aplaudidas pelo público. Em seguida a jovem Letícia Moreira Oderich, que tem 14 anos, apresentou-se com um número de dança moderna, usando colan de malha. O número foi bastante aplaudido. Terminando o número de Letícia, o Cônego Zanatta subiu ao palco tomando o microfone e dizendo que seria conveniente interromper por ali o espetáculo, pois aquilo já estava se transformando num programa de chacrete.

O pai de Letícia, Iguatemi Lúcio Moreira, ficou extremamente ofendido com a manifestação do vigário e chegou a se dirigir ao palco para tirar satisfações do cônego. Este deixou logo o palco e dois não chegaram a se encontrar.

Um lobisomem apareceu na Vila Rica

Parece incrível, mas um lobisomem apareceu na Vila Rica. Pelo menos é o que afirmam Dona Antônia Soares e Reni Kaspary, o popular galinhada. Ambos residem na rua Montenegro, na Vila Rica.

Os dois viram o monstro na segunda-feira à noite. Dona Antônia, que é esposa de Vivaldino Soares (o Valdo Fogueteiro), estava acordada, pois estivera adoentada e Reni Kaspary, que mora com o casal, estava com ela na sala de casa quando eles ouviram um barulho na varanda. Dona Antônia olhou por uma fresta na janela e soltou um grito quando viu a aparição. Segundo ela, tratava-se de um animal com aparência de cachorro, preto e muito peludo, com olhos brilhantes.

O seu tamanho era muito grande para ser um cachorro, sendo equivalente ao de uma terneira crescida. Reni também viu e confirma as palavras de Dona Antônia.

No dia seguinte foi possível observar marcas deixadas no chão pelo bicho e sinais de gordura num automóvel no qual ele deve ter se encostado.

Irineu quer ser deputado e voltar para o Caí

Irineu Volkweiss, o conhecido radialista da Rádio Difusora, está confiante na possibilidade de ser deputado estadual, pois vem trabalhando para isto nos últimos anos e já conta com o apoio de muitos políticos de toda a região do Vale do Caí e Sinos.

Irineu, que tem residência em Novo Hamburgo, está construindo uma nova casa em São Sebastião do Caí, onde costuma passar, geralmente, os seus fins de semana. Mas ele pensa mesmo em vir morar novamente no Caí.

 

Se isto acontecer  e se Irineu vier a se eleger e ganhar, o Caí poderá ter, portanto, um deputado residindo no município que, sem dúvida, poderá ser bastante vantajoso.

 

Irineu quer ser deputado e voltar para o Caí

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital