OFERECIMENTO:
Segunda-Feira, 23 de Março de 2015 - Hora:14:05

Edição n° 137, de 28 de março a 3 de abril de 1984

Resumo de notícias de 30 anos atrás

Centenas de telhas se quebraram e caíram sobre o forro do quarto
Um raio na casa do Tio Nino

No último domingo estavam na casa, situada em Feliz no bairro Vila Rica, apenas o casal Vitório (mais conhecido como Tio Nino) e Julieta Fabriz. No exato momento do raio, ele estava deitado no sofá e ela estava ajoelhada diante da mesa de centro da sala. Deu-se então a explosão. Em seguida ao estrondo, houve mais barulho de telhas que caiam para dentro de casa.

O impacto do raio teve efeitos surpreendentes na casa dos Fabriz. O contador de luz voou a uma distância de 10 metros. Os aparelhos elétricos foram de um modo geral, destruídos. Os quadros da parede voaram longe com o impacto da explosão, apenas um quadro, do Sagrado Coração de Jesus, ficou intacto.

Para dona Julieta o fato dela e seu marido terem escapado ilesos foi um verdadeiro milagre. O casal recebeu todo o apoio necessário dos vizinhos e amigos. Tio Nino e dona Julieta são pessoas muito estimadas na Feliz.

Paulo Junges: De operário a dono de empresa em sete anos

Até 1978, Paulo Junges, do Bom Fim Alto, era um simples operário da fábrica Backes & Shmidt. Hoje, passados apenas sete anos, ele é o proprietário de uma empresa de ônibus com seis ônibus, dedicada ao transporte de funcionários das fábricas Reichert e daquela mesmo fábrica na qual ele um dia foi operário.

Aos dezoito anos, Paulo serviu na aeronáutica, lá aprendeu noções de mecânica que lhe são úteis até hoje, pois é ele mesmo que conserta os seus ônibus quando ocorrem defeitos.

Em 1978, o primeiro veículo da empresa foi adquirido, uma Kombi, o começo foi muito difícil, mas a empresa foi se firmando aos poucos. Paulo era o motorista e o mecânico e à noite ou nos fins de semana ele trabalhava sem descanso fazendo fretes, corridas ou excurssões com sua Kombi. Em 1980, ele conseguiu comprar seu primeiro ônibus e desde então as coisas foram engrenando aos poucos.

Riachuelo: Campeão Caiense

Terminou o campeonato no último domingo com a vitória do Riachuelo, um dos grandes clubes do futebol local.

O Riachuelo foi campeão pela última vez em 1964 e depois afastou-se por muitos anos da disputa participando de certames estaduais. Somente no ano passado, ele voltou a disputar o nosso campeonato, tendo de assistir à vitória do seu grande rival, o Guarani.

Riachuelo venceu o Palmeiras por 2x1 com a seguinte escalação: Barão, Branca, Coelho, Palito e Japa, Chiclé, Rudinei e Betinho, Bazi, Dante e Tatu.

Paulo Cesar Tatu foi o grande resposável pela vitória do Riachuelo, pois marcou os dois gols da equipe.

 

colunas e blogs

o Vale quer saber

O que vai acontecer com Lula?
Nenhuma das opções
Voltará a ser presidente
Será preso


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital