OFERECIMENTO:
Quarta-Feira, 08 de Julho de 2015 - Hora:14:33

Edição n° 151, de 4 a 10 de julho de 1985

Resumo de notícias de 30 anos atrás

Ele foi atingido quando brincava com os irmãos no quintal
Menino atingido por tiro de espingarda

Na tarde de domingo, Dona Clarice foi visitar uma vizinha e, enquanto tomava chimarrão com ela, seus filhos ficaram no pátio brincando. De repente Dona Clarice ouviu um tiro de espingarda. Teve um sobressalto e, preocupada com os filhos, correu para a janela. Eles estavam ali no pátio, mas um deles estava caido no chão. Ela correu ate o filho. O menino de sete anos, estava desfalecido e o seu ombro, pescoço e rosto estavam cobertos de sangue que formava já uma poça sobre o chão de terra. Deixando o filho, Dona Clarisse, desesperada, saiu aos gritos pedindo por socorro.

Este fato ocorreu na localidade de Campestre Santa Teresinha no Caí. O menino se chama Ebron Maciel, filho de José Armindo e Clarice Maria Diel, e brincava com os irmãos Cacá, Cheila e Rodrigo, de nove, oito e quatro anos respectivamente.

Ebron sangrava muito e felizmente chegou depressa ao hospital do Caí. Chegando lá foi aplicada uma injeção para estancar a hemorragia e aplicado o soro, logo depois removido para Porto Alegre. Felizmente chegou vivo lá.

Os médicos constataram que o menino havia sido atingido por uma carga de 39 chumbos, do tipo usado pelos caçadores de passarinho, mas nenhum orgão vital foi atingido.

Foi muita sorte, pois os médicos calcularam que ele chegou a perder um litro e meio de sangue. Não se descobriu até agora quem foi o autor do disparo.

Irmãos Griebler mantém a liderança no Rallye Gaúcha Car 85

Após a realização de três etapas do campeonato Gaúcho de Rallye Regularidade, a liderança na categoria novatos B, continua sendo da dupla: Paulo/Pedro Gliebler, com um Gol da Equipe Irmãos Griebler de São Sebastião do Caí. Eles obtiveram um quinto lugar no Rallye Gaúcha Car, realizado neste fim de semana dia 29, no interior de Porto Alegre e Viamão.

Essas vitórias e a posição ocupada atualmente pela dupla de caienses, demonstra com que empenho eles vem disputando o campeonato 85.

Após 56 dias de greve crianças protestam: Queremos aula!

A greve dos professores do estado chega hoje ao 56º dia sem que uma solução tenha sido encontrada. Os professores, que já resistiram com o seu movimento a tanto tempo, não querem desistir dele antes de verem atendidas as suas principais reivindicações. O governo, por seu lado afirma que não tem condições financeiras para atender tais exigências.

Com isto, o problema não se resolve e está se criando uma situação aflitiva para os pais que estão vendo a possibilidade dos seus filhos perderem o ano, uma vez que será possível, caso continue a greve.

Inicialmente compreensivos com as reivindicações dos professores, os pais começam agora a se impassientar e, na última segunda-feira, com o seu apoio, muitas crianças saíram pela cidade numa passeata de protesto pedindo a volta às aulas.

Providencialmente foram realizadas duas reuniões, uma na segunda-feira, na Escola Normal e outra na terça-feira, na Escola Felipe Camarão. Como resultado das duas reuniões, as tensões diminuíram e, pelo menos por mais algum tempo, espera-se que seja mantida a paz na comunidade caiense, na qual pais e professores sempre conviveram harmonicamente.

Campeonato felizense pode não sair este ano

A Feliz corre o risco de ficar sem a sua principal diversão dos fins de semana, que são os jogos do campeonato municipal de futebol. Este perigo existe porque o atual presidente da Liga Felizense de Futebol, Amênico Andres não está disposto a continuar no cargo e até o momento não encontrou outra pessoa para assumir o encargo de dirigir a Liga no próximo exercício. Seu mandato se encerra no próximo dia 20 e é necessário que apareça logo alguém disposto a presidir a entidade.

É importante que as lideranças do município se movimentem para que o caso seja resolvido e não se atrase a realização do campeonato.

 

 

 

colunas e blogs

o Vale quer saber

O que vai acontecer com Lula?
Será preso
Voltará a ser presidente
Nenhuma das opções


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital