OFERECIMENTO:
Segunda-Feira, 14 de Dezembro de 2015 - Hora:09:59

Edição nº 174 de 12 a 18 de dezembro de 1985

Resumo de notícias de 30 anos atrás

Surge o elegante Loteamento Blauth no Centro do Caí

O loteamento realizado pelo grupo de empresas Blauth, na área localizada entre a RS 122 e a agência local do INPS, está crescendo. A área foi adquirida pelo grupo da Sociedade União Popular e era sujeita à inundação. Durante quatro anos o grupo Blauth investiu no local aterrando a área, até colocá-la a um nível superior ao das maiores enchentes já verificadas na cidade. Depois de todo investimento, o grupo ainda realizou o calçamento das ruas e a implantação das redes de esgoto, água e luz.

Finalmente, há um ano foi iniciada a venda dos 71 terrenos. Até o momento já foram vendidos 20 lotes.



Montenegro tem uma fábrica de navios

Seu Análio Bortolaso comprou uma fábrica que já existia, mas era muito pequena e produzia apenas barcos de madeira.
Ele continuou por algum tempo trabalhando neste ramo, mas com o tempo começou a produzir barcos de metal.

Atualmente produz apenas este tipo de embarcação e já chegou a produzir barcos grandes, como o navio graneleiro que produziu em 1981. Este barco tem 58 metros de comprimento, 11 de largura e 4 de altura. Sua capacidade é de 1.250 toneladas de carga.

A firma vem produzindo uma média de dois navios por ano e dá emprego a 14 funcionários. Teria capacidade para fabricar um número maior, mas a época não está boa para os estaleiros.



Emancipação de Harmonia está bem mais fácil

Encontra-se em votação no Congresso Nacional uma lei que reduz as exigências para a constituição de um município.

Atualmente, para que uma determinada área constitua um novo município deve contar com 10.000 habitantes e com uma arrecadação de impostos estaduais equivalente a cinco milésimo do total arrecadado pelo Estado. Pela nova lei, seriam exigidos apenas 5.000 habitantes e um milésimo da arrecadação. Caso isso aconteça será muito mais fácil para Harmonia.

Em março do ano que vem, uma equipe do IBGE irá elaborar um mapa do futuro município e até lá é necessário que se decida quais localidades irão integrar-se ao município.



Ser marinheiro no Caí é moda 

Apesar do Caí situar-se muito distante do mar, ultimamente alguns caienses estão ingressando na marinha.
O primeiro deles foi Jacques Bica. Através de Jaques, seu amigo Jorge Junges foi para a escola da Marinha em Florianópolis.

Depois disso, Sérgio André Zanello, inscreveu-se nos testes para fuzileiro naval. E, agora ele irá para o Rio de Janeiro, trabalhar na área escolhida.

 

 

 

colunas e blogs

o Vale quer saber

O que vai acontecer com Lula?
Será preso
Voltará a ser presidente
Nenhuma das opções


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital