OFERECIMENTO:
Montenegro - Sábado, 28 de Outubro de 2017 - Hora:08:00

Empreendedoras vão adotar canteiros de ruas do centro

Outros espaços públicos também podem ser adotados por empresas

Floreiras do centro serão mantidas pelo Núcleo de Mulheres Empreendedoras da ACI /Guilherme Baptista/FN

Uma iniciativa público-privada pretende melhorar a situação de canteiros de ruas do centro de Montenegro. Isso não é novidade porque alguns canteiros já foram adotados, como no cruzamento da RS 240 com a BR 470 (Trevo do Shell), na Rua Buarque de Macedo, Avenidas Ernesto Popp e Júlio Renner (Via Dois da Taimbúva), além de praças. Mantendo estes espaços públicos limpos e com paisagismo, as empresas em contrapartida podem colocar placas dentro de um tamanho determinado.

Agora o Núcleo de Mulheres Empreendedoras da Associação Comercial, Industrial e de Serviços (ACI) de Montenegro/Pareci Novo irá adotar seis canteiros do centro. Na última segunda-feira, dia 23, já foi assinado pelo prefeito Kadu Müller e o presidente da ACI, Waldir Kleber, um termo de cooperação que tem por objetivo a concessão, por adoção, de seis canteiros distribuídos entre o cruzamento das ruas Ramiro Barcelos com Olavio Bilac, perto da sede da ACI e do Café Comercial, e Ramiro Barcelos com São João, na esquina da praça Rui Barbosa, ambos bem no centro da cidade.

Também participaram do ato de assinatura a Gerente Executiva da ACI, Elaine de Paula, e o Coach, Enio Medina, além do Chefe de Gabinete, Edar Borges, e o Secretário Municipal de Administração e Gestão e Planejamento, Rafael Riffel.


Mais adoções
A adoção feita pela ACI sob a responsabilidade do Núcleo de Mulheres Empreendedoras, vinculado a ACI, e tem validade de um ano podendo ser prorrogado. Com a assinatura do Termo de Cooperação, o Núcleo passa a ser responsável pela manutenção dos canteiros.

De acordo com Vera Sahlberg, coordenadora do Núcleo de Mulheres Empreendedoras, o grupo pensou em realizar algo para o embelezamento da cidade. “Pensamos então no que fazer”, lembra. Surgiu então a idéia de adotar os canteiros, onde estão sete floreiras nas esquinas do centro. O ajardinamento deve ser feito através de parcerias com profissionais e empresas. “Estamos plantando uma sementinha para outras ações”, diz. “São ações para aumentar a autoestima e que os montenegrinos tenham ainda mais orgulho da sua cidade, além de valorizar e incentivar o próprio comércio”, completa Elaine de Paula.

O secretário municipal de meio ambiente, Rafael de Almeida, diz que canteiros, praças e logradouros podem ser adotados por empresas. “Estamos estudando a adoção de canteiros da Praça Rui Barbosa”, informa. Segundo ele, estão sendo analisadas outras propostas de empresas para adotarem espaços públicos.

Em razão das dificuldades financeiras, o município tem buscado parcerias. Para garantir a limpeza e o embelezamento, a adoção de espaços públicos pode ser estendida para outros locais, como pracinhas, beira do rio e até mesmo o Parque Centenário, que estão entre os locais mais freqüentados pela população. Quem adotar, além de contribuir com a cidade, poderá divulgar a sua empresa, ou seja, é uma parceria onde todos saem ganhando.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital