OFERECIMENTO:
Montenegro - Segunda-Feira, 25 de Março de 2013 - Hora:09:44

Equipamento dará suporte para a reabertura da UTI

Em até 30 dias o tomógrafo deverá estar funcionando atendendo a população que depende do SUS

Resultado de um investimento de R$ 500 mil, o tomógrafo chegou na quinta-feira e já foi instalado
Direção e funcionários do Hospital Montenegro (HM) não escondiam a emoção. O sol ainda não havia aparecido e no início da manhã de quinta-feira, dia 21, uma grande notícia se espalhava pelos corredores do maior hospital da região. "O tomógrafo chegou", diziam os funcionários, com um sorriso no rosto, sabendo da importância do equipamento tão sonhado nos últimos anos.

O HM já teve tomógrafo, mas o aparelho, já ultrapassado, não funciona faz muitos anos. Desde então, pacientes que necessitavam de uma tomografia computadorizada precisavam ser encaminhados para o Hospital Unimed ou para outras cidades como Porto Alegre ou Novo Hamburgo. Como se trata de um exame caro, mas muitas vezes urgente, os pacientes dependiam de conseguir autorização do Sistema Único de Saúde (SUS) ou município. Ou então pagar valores entre 400 até mil reais.

Temos tomógrafo
Agora o Hospital Montenegro tem o seu próprio tomógrafo. E como o HM passou a ser 100% SUS, os exames para a população serão gratuitos e mais rápidos. Para isso foi feito um investimento de cerca de 500 mil reais. “Já está pago”, destaca o diretor do HM, Carlos Batista da Silveira. A meta era apresentar o equipamento durante as comemorações dos 82 anos do HM, em 22 de fevereiro passado. O tomógrafo, que veio da Alemanha, já estava no porto de Itajaí (Santa Catarina). Mas faltava a liberação burocrática. Por isso acabou atrasando um pouco, mas na última quinta-feira, por volta de 6 horas, o tomógrafo desembarcou  no hospital e está sendo montado por técnicos da empresa Siemens. “Em até trinta dias esperamos que esteja em funcionamento. E como existe uma demanda muito grande vai girar 24 horas”, salienta Batista.
O diretor ressalta a importância dos exames de tomografia, que vão beneficiar toda a região através do SUS.

“É um equipamento completo para diagnóstico por imagem, num aprofundamento do raio-x, de forma tridimensional”, explica. Na tomografia a imagem é obtida por secções transversais, proporcionando maior nitidez e um melhor diagnóstico. E assim é possível a detecção de anomalias que não seriam visualizadas em radiografias, como traumatismos e alterações em órgãos internos.

O tomógrafo foi instalado numa sala próxima da emergência. Conforme Batista, este será o novo local do setor de diagnóstico por imagem, junto com novos equipamentos de ecografia, raio-x e mamografia.

>> UTI deve reabrir até a metade do ano
O tomógrafo dará suporte também para a reabertura da Unidade de terapia intensiva (UTI), que está fechada faz mais de cinco anos. A meta do diretor Carlos Batista da Silveira é reabrir a UTI até a metade deste ano.

Na última terça-feira ele esteve na Secretaria Estadual da Saúde justamente discutindo a ampliação do contrato com o Governo do Estado, para permitir a inclusão da UTI.  O local já foi reformado e ampliado através de campanha da comunidade, como pedágios, venda de camisetas e doações. Camas e equipamentos já foram adquiridos e outros ainda serão instalados, além da contratação de profissionais.

Ontem, sexta-feira, esteve em Montenegro o secretário adjunto da Secretaria da Saúde do Estado, Elemar Sand. Em contato com o prefeito Paulo Azeredo e a direção do Hospital Montenegro, ele ressaltou a importância da reabertura da UTI e dos investimentos no HM. “Estamos precisando de mais vagas em UTIs”, destacou, esperando que no Hospital Montenegro a unidade seja reaberta o quanto antes. E como será de nível dois, deverá passar de sete para dez leitos.

>> Nova Ultrassonografia
Aos poucos o Hospital Montenegro (HM) vai se equipando para atender à demanda existente na região do Vale do Caí, com população estimada em 160 mil habitantes.

A casa de saúde, que agora atende 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS), recém recebeu um tomógrafo e nesta sexta-feira foi a vez da chegada de um aparelho de ultrasonografia, que substituirá o que está instalado atualmente.

De acordo com a supervisora da área da Radiologia do HM, Tais Rodrigues, o novo equipamento tem capacidade para realizar procedimentos que atualmente o hospital não disponibiliza como ecografias, Doppler e ecocardiografia. “É um outro momento, uma nova fase do Hospital Montenegro, que nos enche de satisfação”, comemora a servidora, que trabalha há sete anos no HM.O novo equipamento entrará em uso tão logo os técnicos da empresa fabricante, a Toshiba, fizerem a instalação.


OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital