OFERECIMENTO:
Montenegro - Sábado, 27 de Janeiro de 2018 - Hora:08:00

Escola da Brigada pode receber 450 alunos soldados

Comandante da EsFES de Montenegro, major Márcio: “capacidade da escola da Brigada foi ampliada”

Guilherme Baptista/FN

A busca por mais efetivo no policiamento é uma constante, visando aumentar o policiamento na região. Por isso todo o reforço é importante.

Sempre que a Escola de Formação e Especialização de Soldados (EsFES) recebe alunos, aumenta a sensação de segurança em Montenegro e na região. E também movimenta a economia. É que os alunos participam de aulas práticas, incluindo fiscalização nas ruas e operações de combate ao crime. E também movimentam restaurantes, lojas, supermercados e o setor imobiliário. Ou seja, todos saem ganhando.

O comandante da EsFES de Montenegro, major Márcio da Luz, lembra que em 2016 a escola da Brigada Militar recebeu 419 alunos soldados, divididos em doze turmas. Eles se formaram em julho de 2017. Atualmente ainda quatro turmas estão na EsFES, com 122 alunos que devem se formar em 6 de abril. Eles já estão atuando em estágio operacional no Vale do Caí, Serra, Vale do Sinos e no litoral. A partir de março também devem ter quatro turmas de sargentos, num total de 120 alunos. Mas a maior ocupação da escola da Brigada em Montenegro deve ocorrer com o novo curso de alunos soldados.

O novo concurso da Brigada Militar já está em andamento, tendo ocorrido a fase em dezembro com 35 mil inscritos. Um total de 11 mil foram aprovados, sendo que 8 mil candidatos vão fazer os exames de saúde e físico. No total são 4.100 vagas, sendo que 2 mil devem ser chamados ainda neste ano.

A expectativa é de que a EsFES em Montenegro receba um número recorde de alunos. “Aumentamos a capacidade da escola para 420. E podemos aumentar para 450 aproveitando também o espaço no CRPO (Comando Regional de Policiamento Ostensivo)”, afirma o major Márcio. O curso deve iniciar ainda neste ano, com duração de oito meses. Neste período em que estarão em Montenegro e na região com certeza aumentará a sensação de segurança no Vale do Caí. E como já ocorreu em turmas anteriores, talvez alguns acabem ficando com suas famílias ao gostarem da região e fixarem residência e trabalho. O major Marcio considera que seria importante os municípios fornecerem incentivos não só para manterem os policiais, mas também atraírem mais e com isso ampliar o efetivo.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital