OFERECIMENTO:
Maratá - Sábado, 18 de Novembro de 2017 - Hora:08:00

Fogo deixa em ruínas casa e padaria no interior

Curto-circuito teria causado incêndio em São Pedro do Maratá

Antiga edificação havia passado por ampla reforma há, apenas, dois meses /Reprodução/FN

Escombros e memórias. Pouco restou de um incêndio de grandes proporções, na noite da quarta-feira, que consumiu, por completo, uma residência e uma padaria que funcionava num prédio anexo ao imóvel, na localidade de São Pedro do Maratá, no interior de Maratá. O fogo, cuja causa mais provável tenha sido um curto-circuito, teria iniciado na empresa e se espalhou com muita rapidez.

Nem o esforço desesperado de vizinhos e amigos foi capaz de evitar que a família de Nadir Metz perdesse, praticamente, todo seu patrimônio. O Corpo de Bombeiros de Montenegro atendeu a ocorrência. Um carro, uma moto e alguns poucos equipamentos da padaria foram preservados.

A viúva, de 71 anos, vivia na casa junto com um dos filhos, Carlos Alberto, uma nora, e duas netas, de dois e de quatro anos apenas. A produção de pães e guloseimas era, praticamente, a única fonte de renda do grupo familiar.

A casa antiga, em estilo enxaimel, havia passado por uma ampla reforma há cerca de dois meses, conforme relata Eliane Maria Kerber, 36 anos, companheira de outro filho de Nadir, Airton Metz, que também trabalhava na padaria. “Vimos fogo na caixa de luz da casa e não deu tempo de salvar muita coisa. Em questão de 15 minutos, o incêndio já tinha se espalhado por tudo. Perdemos o trabalho de 20 anos”, lamenta Eliane.

Os imóveis contavam com seguro, mas uma das preocupações da família é encontrar um outro lugar para, provisoriamente, dar continuidade à produção. “Não queremos deixar nossos clientes na mão. Vamos tentar, aos poucos, retomar o trabalho da padaria”, completa Eliane.

O drama dos Metz comoveu a comunidade de Maratá e da região. Uma campanha foi lançada para arrecadar, especialmente, roupas, calçados e fraldas, além de utensílios domésticos, para a família. Informações sobre a iniciativa podem ser obtidas pelo telefone (51) 998650038. As doações devem ser entregues na prefeitura ou no CRAS de Maratá.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital