OFERECIMENTO:
Quinta-Feira, 26 de Janeiro de 2017 - Hora:16:41

Gol no fim dá título do Integração/Sicredi ao Juventus

Time de Linha Comprida fez 3 a 2 sobre a SUS diante de um grande público

No lance, Giba, o craque da final, está marcando o segundo gol da partida | Foto: Júlia Weschenfelder/FN

Para quem foi a Linha Comprida, no interior de Salvador do Sul, na tarde do domingo, valeu a pena encarar a poeira e o calor intenso. Juventus e SUS realizaram mais um clássico eletrizante valendo taça. E, para azar do time da cidade, outra vez os donos da casa tiveram uma atuação de muita qualidade, mesmo que a vitória por 3 a 2, que valeu o título da categoria Titulares do Campeonato Integração/Sicredi, edição de 2016, só tenha sido garantida com um gol de pênalti, no final do tempo regulamentar.

Antes do início do confronto, o treinador do Juventus, Fernando Gauer, bem que avisou. “Não queremos saber do empate, nós vamos para cima, para buscar a vitória”, disparou. E não teve nada de blefe no discurso. No primeiro minuto de jogo, na primeira iniciativa ofensiva do time vermelho e branco, o atacante Pepe recebeu cruzamento e, de direita, estufou a rede, para explosão da numerosa e barulhenta torcida local.

Empolgados, os torcedores de Linha Comprida não perderam a chance de tirar uma onda com os adversários, chamados de “fregueses” por conta do histórico de insucessos da SUS em partidas decisivas contra o Juventus. Não demorou muito, foi a vez de outro destaque do time campeão aparecer no placar. Giba, oportunista, após boa investida de Jé pela esquerda, ampliou a vantagem.

A SUS, que precisava da vitória, não criou, sequer, uma única chance de gol na etapa inicial. Contudo, o que parecia improvável aconteceu. O time da cidade, com a entrada de Augusto, voltou com outra postura na etapa complementar. Com menos de cinco minutos, já havia empatado o jogo, com gols de Laércio e de Boca.

O confronto ficou franco, com alternância de ações ofensivas das equipes e com trabalho redobrado para os excelentes goleiros Tita e Rudi. Quando tudo parecia se encaminhar para uma decisão em prorrogação, aos 38 minutos, Pepe foi derrubado por Fernando, dentro da área. O árbitro Márcio Paquetá, de atuação segura, não titubeou e marcou a penalidade. Giba, como já havia feito no confronto de ida, bateu forte, à meia altura, e Rudi, estático, só assistiu a bola entrar no seu canto esquerdo, para alívio dos torcedores da casa.

Após o apito final, dentro do campo, alguns jogadores das duas equipes trocaram cumprimentos. Fora dele, o clima chegou a esquentar entre os torcedores, mas nada que tirasse o brilho do jogaço de bola testemunhado por mais de 2 mil expectadores. Serenados os ânimos, os simpatizantes do Juventus tiveram acesso liberado ao perfeito gramado de seu renovado complexo esportivo, um dos mais belos do Vale do Caí.

Além do título, o time da casa teve o craque da final, Giba. A SUS levou o troféu de goleador com Laércio, que marcou 11 gols. A defesa menos vazada foi a do Botafogo.


Jogadores

Juventus (3): Tita; Maninho, Sandro, Ismael e Jé; Quinhos, Chulin, Molon e Uesler; Giba e Pepe. Treinador: Fernando Gauer. Reservas: Cláudio, Vini, Vitinho, Robson, Julinho, Juninho, Emerson e Négo.
SUS (2): Rudi; Eder, Fernando, Marciano e Guto; Márcio, Boca, Joel e Tida; Pé Fino e Laércio. Treinador: Elário Reinher. Reservas: Pansa, Kague, Maurício, Bizu, China, Iuri, Augusto, Morano e Marquinhos.
Gols: Giba (2) e Pepe, para o Juventus. Laércio e Boca, para a SUS.


Arbitragem
Árbitro: Márcio Paquetá, auxiliado por Artur Avelino e Patrick Farias. 

São Pedro, São José e SUS também conquistaram taças

O Campeonato Integração/Sicredi foi democrático em suas decisões. As quatro categorias em disputa no certame, organizado pela Liga Serrana Regional de Futebol (Liserf), tiveram quatro campeões diferentes.

A primeira decisão do final de semana ocorreu na tarde do sábado, em Linha Comprida. O Juventus recebeu o São José com a complicada tarefa de vencer o adversário no tempo normal e também na prorrogação.

Logo no início da partida, o clube salvadorense, que iniciou na pressão, chegou a desperdiçar uma penalidade, com Juliano. O castigo veio na sequência, quando Luiz ganhou belo cruzamento e, de primeira, mandou um foguete, sem chances para o goleiro Cláudio.

Logo no início da etapa complementar, o clube de Linha Babilônia perdeu o meia Jurandir, expulso. O Juventus partiu para o tudo ou nada e chegou a empatar o confronto com Joel, mas o 1 a 1 não foi suficiente para os donos da casa.
Luiz, do São José, foi o goleador da categoria, marcando 11 vezes, e também escolhido o craque da final. O time do interior de São Pedro da Serra ainda levou o troféu de defesa menos vazada.

O time campeão, treinado por Jeferson Auth, contou com os jogadores Ataídes, Carlos, Ilar, Auri, Jurandir, Rui, Azir, Pedro, Juliano, Marquinhos, Luiz, Vitor, Milton, Orlando, Élio, André, Sérgio, Pedro Auth, Jaime, José, Rudi, João e Jair. O Juventus, comandado por Fernando Lunckes, teve Cláudio, Sinésio, Fabiano, Odair, Kigo, Claiton, Paulo Sost, Schwab, Aga, Cafu, André, Fernando Luft, Lademir, Toninho, Vitor, Eliseu, Juliano, Edemar, Joel, Dirceu e Tita.


São Pedro quebra tabu nos Aspirantes
Na preliminar da finalíssima dos Titulares, o Juventus recebeu o São Pedro para o confronto de volta da final dos Aspirantes. Com uma campanha de luxo desde o início da competição, os são-pedrenses confirmaram o ligeiro favoritismo, fazendo 2 a 1.

Os gols do São Pedro, que foi empurrado por sua numerosa torcida e pela primeira vez ficou com o título dessa categoria no Integração, foram marcados por Gustavo “Kuzi”, pegando rebote de defesa parcial de Júlio Fink, e Daniel. Quase ao final do confronto, Juninho descontou em bela cobrança de falta.
Kuzi foi o goleador da categoria, com 12 gols, e escolhido o craque da final. O São Pedro também teve a defesa menos vazada.

O São Pedro, do treinador Davi Muller, teve plantel formado por Gilberto, Geovane, Luis Carlos, Samuel, Renan “Bilu”, Marcelo, Leonardo, Luis Felipe, Gustavo “Kuzi”, Giovani, Bruno Zaro, Marco, Bruno Felipe, Juliano, Marcos, Anderson, Mateus Schafer, Mateus, Anderson Stein, Eder, Daniel, Ismael, Tiago “Petza”, Carlos Klein, Everton Luis e Everton Stein.
O vice-campeão Juventus, de Sinésio Lunckes, contou com Júlio Fink, Anésio, Gabriel, Matias, Juliano, Giovani, Adriano, Emerson, Juninho, Rodrigo, Pedro, Ronaldo, Rodrigo Roder, Juares, Moisés, Jeferson, Elerson, Dieison, Rodrigo Kafer, Márcio, Renato, Henrique e Diego.


Festa da gurizada da SUS no Sub 16
A final da categoria Sub 16 foi realizada na manhã do domingo, no campo do São Pedro. Em jogo muito movimentado e de boa qualidade técnica, a SUS assegurou o caneco com um gol nos instantes finais, que garantiu o 2 a 1 sobre o Campestre Baixo.

Os dois gols do time campeão foram marcados pelo oportunista atacante Luis Henrique “Luia”, que foi escolhido, por razões óbvias, o craque da final. Para o Campestre, descontou o meia Gian.

O artilheiro do Sub 16 foi Cleiton, do Fluminense, que fez oito gols. A defesa menos vazada foi a do Campestre Baixo.
O elenco campeão, treinado por Vinícius Weschenfelder, teve os jogadores Felipe, Mateus, Alan, Eduardo, Maurício, Artur, Douglas, Osvaldo, Leonardo, Ian, Keiderson, Luis Henrique, Adilson e Henrique. O Campestre, de Marcelo Mello, contou com Anderson, Alberto, Nicolas, Gabriel Kunrath, Fransua, Pablo, Tiago, Luis Fernando, Gabriel Mildner, Gian, João, Willian, Mateus, Nicolas Stein, Bruno, Kevin, João Antônio, Rodrigo, Gean, Gustavo e Douglas.





 

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Quem está ganhando a guerra contra o crime na região?
Policia
Criminosos


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital