OFERECIMENTO:
Sexta-Feira, 05 de Julho de 2013 - Hora:21:44

Gramado, uma das cidades mais bonitas do Brasil

Localizada na serra gaúcha, na Região das Hortênsias, é um destinos preferidos no inverno

As hortênsias são a marca registrada da cidade de Gramado. A Igreja de Confissão Luterana do Brasil (IECLB) foi inaugurada em 5 de fevereiro de 1961 e está localizada numa encosta recoberta de hortênsias e quando estas florescem o espetáculo é maravilhoso

Deu vontade de passear e curtir as delícias do inverno? Então o seu destino é Gramado, considerada um dos destinos preferidos nesta época do ano. Se bem que a cidade é bonita e acolhedora sempre, o ano inteiro.
Localizada na serra gaúcha, carrega a marca da colonização alemã e italiana, tanto na aparência do seu povo, como na arquitetura e na gastronomia; e ainda oferece um espetáculo único na época em que as hortênsias florescem. É de tirar o fôlego, só vendo mesmo para maravilhar-se diante do quadro azul que se destaca entre os prédios e casas.

Também chamada de “sala de estar do Estado do Rio Grande do Sul”, dada a suas belezas naturais, a cidade está preparada para receber cerca de 300 mil turistas por mês, durante os meses de julho e agosto. É o inverno que atrai a atenção das pessoas acostumadas ao clima tropical e que gostam de sentir-se um pouquinho mais perto da Europa, algo fácil quando se está na serra gaúcha.
Hospedagem não é problema. Pode-se dizer que todos os hotéis oferecem vistas maravilhosas, apartamentos confortáveis e excelente comida.

Gramado conta com centenas hotéis e pousadas, que somam 11 mil leitos. A Região das Hortênsias também se beneficia com os atrativos de Gramado, pois recebem muitos turistas que apreciam Gramado e as cidades vizinhas. A alta gastronomia, o chocolate quente, os pratos típicos da cultura gramadense e os saborosos fondues agradam o paladar dos turistas, que quando vem à cidade, já planejam uma próxima visita.
Em Gramado, tudo acontece a partir da Avenida Borges de Medeiros, uma via que corta o centro da cidade de ponta a ponta. Outra via muito popular é a Avenida das Hortênsias, é nela que estão o Museu do Perfume; no mesmo lugar estão a fábrica, a loja e o museu numa profusão de odores que começam com os odorizantes de ambientes, cosméticos, produtos de maquiagem e deo-colônias, é claro. Tudo de fabricação própria. No museu, o visitante vai conhecer um pouco sobre a história do perfume e deliciar-se com a exposição de quase 500 frascos de perfumes internacionais.

Um pouco mais adiante, ainda na Avenida das Hortênsias, está o Museu do Chocolate. Delicioso. Além de conhecer a história da Prawer, a primeira indústria de chocolate caseiro do Brasil, tem degustação e informações sobre a história do cacau e fabricação do chocolate. É aqui que você vai querer comprar presentes para a família inteira e aproveite que é inverno, temperatura ideal para conservar o chocolate até chegar em casa, de volta.

Continuando a nossa rota de gastronomia, a Casa do Colono fica na Praça das Comunicações e é ali que se encontram os chamados “produtos da colônia”, ou seja, aqueles confeccionados pelos descendentes dos imigrantes que preservam as receitas tradicionais assim como a maneira de prepará-las. Quase tudo é assado em forno à lenha o que confere um gosto todo especial. Na Casa do Colono você vai encontrar cuca (uma espécie de pão doce recheado com frutas), cufe (pão recheado com uvas passas e coberto com farofa de canela), vários tipos de bolachas, pães caseiros com aquela crosta bem tostada que só se consegue num forno de barro e uma profusão de geleias de frutas.

Imperdível, mas imperdível mesmo é o Lago Negro, reserve um dia inteiro para curtir o local que fica aberto 24 horas. O parque é maravilhoso e circunda um lago concebido por Leopoldo Rosenfeldt que decorou suas margens com árvores importadas da Floresta Negra da Alemanha, por isso o lugar se chama “Lago Negro”, suas águas são profundas e de cor verde bem escuro as quais refletem os pinheiros, as hortênsias e azaleias.

Lazer para a família toda
Pela margem toda florida do lago, pode-se caminhar ou andar de bicicleta e deliciar-se com o barulho dos patos e cisnes que moram por ali. É comum eles alçarem voo da água rumo à margem passando rente à cabeça dos visitantes.

Os pedalinhos são outra atração que costuma atrair a atenção principalmente das crianças.
É ali que se concentram os artesãos de Gramado, mostrando as mais diversas modalidades, desde cerâmicas moldadas e pintadas à mão aos mais variados tipos de bordados e outros tecidos artesanais.
Falando da programação, no período de 09 a 17 de agosto acontece o 41º Festival de Cinema de Gramado, a cidade fica bem agitada com a presença de celebridades.

E o visitante não pode deixar de ir a Rua Coberta, isso mesmo, uma via que possui uma cobertura transparente que protege do frio e da chuva os transeuntes. Ali se faz compras, delicia-se com a gastronomia local e ainda curte apresentações artísticas.

Aliás, o item “compras” merece um destaque à parte. Belíssimas roupas de inverno em couro e lã, objetos de decoração, artes e relógios, principalmente os cucos; são várias as lojas que oferecem estas mercadorias. E tem ainda o artesanato local nas feiras que acontecem no Lago Negro.

Inclua no seu passeio as cidades de Canela, Nova Petrópolis, São Francisco de Paula e Bento Gonçalves.

colunas e blogs

o Vale quer saber

Em caso de queda do presidente Temer, você gostaria de:
Eleição Indireta
Eleição Direta


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital