OFERECIMENTO:
São Sebastião do Caí - Quinta-Feira, 09 de Fevereiro de 2017 - Hora:11:29

Homem é baleado em sua casa no Loteamento São José

Polícia investiga se crime tem ligação com as mortes de janeiro

Julio César Pereira foi baleado na barriga /Reprodução-FN

Mais um crime ocorreu em São Sebastião do Caí na noite da última sexta-feira, dia 3. Por volta de 22h30min a Brigada Militar recebeu a informação de que teriam ocorrido vários tiros no Loteamento São José, próximo ao Loteamento Popular. E que um homem baleado tinha dado entrada no Hospital Sagrada Família.

Conforme moradores foram ouvidos cinco tiros. Um indivíduo teria chegado de bicicleta junto às casinhas do loteamento e efetuado os disparos. E depois fugiu na mesma bicicleta. Um dos tiros atingiu o abdômen de Julio César dos Santos Pereira, o “Julinho”, de 50 anos. Ele foi levado ao hospital por familiares e devido à gravidade foi removido para o Pronto Socorro de Canoas (HPS) onde seria submetido a cirurgia. Segundo informações, seu estado não era grave. Um familiar revelou que ele já deixou o HPS e foi transferido para outro hospital. Por questão de segurança, o nome do hospital e a cidade não foram informados.

De acordo com a Brigada, a suspeita é de que foi mais um crime relacionado à guerra do tráfico de drogas que vem ocorrendo no Caí. Só no mês de janeiro ocorreram cinco homicídios no município, dos quais quatro seriam decorrentes de acerto de contas do tráfico. Na quarta-feira da semana passada ocorreu uma operação conjunta entre a Polícia Civil e a Brigada Militar, que resultou em três prisões de acusados de envolvimento nos homicídios, além de munição, celulares e objetos furtados. Mas dois dias depois da operação policial mais um caiense foi baleado.

O caso da noite de sexta-feira foi registrado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Montenegro como tentativa de homicídio. Mas é a Polícia Civil do Caí que está investigando. Conforme a delegada Cleusa Spinato, ainda está se apurando se existe ligação com os homicídios de janeiro. Ela informou que o acusado já está identificado com base nas declarações de testemunhas. A delegada confirmou que ambos os envolvidos, tanto a vítima como o acusado, tem ligação com drogas. E ressalta a importância do auxílio da comunidade na elucidação e combate aos crimes, ajudando com informações mesmo de maneira anônima, através dos telefones 3635 1020 ou 3635 4829 da Delegacia do Caí, ou pelo whats da DPPA no 984168115.

O que a comunidade caiense mais quer é que a paz volte a imperar no município. E por isso o trabalho dos órgãos de segurança tem sido aplaudido e recebe todo o apoio da população.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital