OFERECIMENTO:
Montenegro - Quarta-Feira, 24 de Janeiro de 2018 - Hora:08:00

Homem que desapareceu com a esposa sofreu graves queimaduras

Continua o mistério sobre o casal que sumiu faz mais de um mês

/Reprodução/FN

Ainda é um mistério o sumiço do casal Maurício Amorim, 32 anos, e Taís Machado Querate, 20 anos. Eles saíram de Montenegro no dia 21 de dezembro e nunca mais foram vistos. A Polícia Civil tem algumas pistas e segue investigando o caso.

Após a realização de diligências, os policiais descobriram fatos relevantes. Uma testemunha de Nova Santa Rita passou informações importantes sobre a atividade que Maurício estaria realizando. O depoimento foi fundamental para fornecer uma linha de investigação. Foram localizados pelos agentes um galpão totalmente queimado e um veículo também incendiado. O furgão seria de Maurício, que sofreu queimaduras graves enquanto carregava produto altamente inflamável.

Conforme a Polícia, uma outra testemunha relatou a preocupação de Taís de como iriam pagar pelo veículo queimado. O incêndio teria ocorrido em novembro.

Conforme a delegada Sandra Guaglioni Neto, várias diligências foram realizadas em Montenegro e também em outras cidades. E outra ainda devem ocorrer em Porto Alegre, Triunfo e no litoral, tendo em vista as provas colhidas no inquérito.

Informações podem ser repassadas, mesmo de maneira anônima, para os telefones 197 e 984168115.


Parentes preocupados
Os familiares do casal seguem muito preocupados. Os dois moram em Porto Garibaldi e tem um relacionamento de cerca de quatro anos. Saíram de casa só com a roupa do corpo, deixando ligados TV e ventilador. A última informação, através de imagens de uma câmera de vídeo de um estacionamento do centro de Montenegro, mostram eles deixando um automóvel Celta e embarcando numa Fiorino.

“Esperamos que estejam bem. Que só foram viajar”, diz Marco Peixoto, que criou Tais. “Eles as vezes saiam para passear e demoravam para voltar”, recorda. Mas Maria Diva Amorim, mãe de Maurício, diz que eles nunca tinha saído sem deixar notícias. E estranha não terem levado mala, roupas e objetos pessoais. Mesmo assim espera que estejam bem. Maurício tem um casal de filhos de um relacionamento anterior. Ele trabalha como eletricista, enquanto Taís é dona de casa.

Marco Peixoto confirma que Maurício apareceu muito queimado em novembro, principalmente nas pernas. Conta que ele não quis falar muito sobre o motivo. Alegou apenas que teria mexido numa caminhonete e acabou pegando fogo.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital