OFERECIMENTO:
Bom Princípio - Sábado, 30 de Junho de 2018 - Hora:08:00

Idoso morre atropelado quando ia pegar uma van para o hospital

Vítima foi atingida por um caminhão quando atravessava a RS 122

Arlindo Brisch, de 66 anos, foi atropelado perto do pardal, em Santa Teresinha /Renato Klein/FN

Foi sepultado na tarde de ontem, sexta-feira, na localidade de Nova Colúmbia, em Bom Princípio, o idoso que morreu atropelado no início da manhã de quinta-feira passada na RS 122, perto da Madesa, na entrada de Santa Teresinha, junto ao pardal.

Arlindo Raimundo Brisch tinha 66 anos. Ele deixa a esposa Maria Lorena Brisch, os filhos Vilson, Vanise, Carlos e Luciane, a neta Manuela e demais familiares e amigos. O velório aconteceu na Capela São Marcos, de Nova Colúmbia, e após missa de corpo presente, o sepultamento aconeceu às 15h30min, no cemitério da comunidade.

Arlindo morreu atropelado por volta de 5h40min de quinta-feira. Conforme a Polícia Rodoviária Estadual, o pedestre estaria atravessando a rodovia quando foi atingido por um caminhão Ford Cargo com placas de Novo Hamburgo. Segundo informações, o idoso ia pegar uma van da Prefeitura que transporta pacientes para Caxias do Sul. Ele fazia tratamento de saúde há 3 anos no Hospital Pompeia, em Caxias do Sul, em razão de um câncer. Segundo a Polícia Rodoviária, a baixa visibilidade, devido a neblina, pode ter colaborado para a ocorrência do acidente.

Também conhecido por ter trabalhado na Cerâmica Claudio Vogel, Arlindo era bastante estimado. Os familiares e amigos estão muito abalados com o ocorrido. A esposa e uma filha, em estado de choque, inclusive tiveram de ser atendidas na UPA logo que ficaram sabendo da morte de Arlindo.


Críticas e nota oficial
Através das redes sociais, principalmente nas páginas de facebook dos filhos de seu Arlindo, foram mais de quinhentas mensagens de pesar pelo falecimento de seu Arlindo.

Também nas redes sociais, onde a tragédia foi noticiada, houve alguns comentários de internautas, com protestos como questionando por que pacientes idosos não eram buscados em casa, que não poderia estar atravessando a rodovia para embarcar na van, entre outras manifestações. Em razão disso, a Administração Municipal, através da Secretaria Municipal de Saúde, divulgou uma nota oficial no site da Prefeitura.

A nota oficial foi publicada, conforme a Secretaria da Saúde, visando esclarecer questões geradas através de posições pessoais em redes sociais. Conforme a Secretaria da Saúde, a Administração Municipal não tem responsabilidade quanto ao acidente, esclarecendo que são buscados em casa os pacientes que não tem condições de se locomover devido a limitações físicas. “A municipalidade não pode recolher todos os pacientes em casa. São mais de 40 pacientes transportados por dia e recolher cada um, porta a porta, exigiria várias horas de deslocamento, gerando não só custos, mas desconforto para os primeiros pacientes”, informa a nota da Prefeitura, citando que é responsabilidade das pessoas se dirigirem até os pontos de parada. A nota termina lamentando a fatalidade ocorrida e ressaltando que a Administração Municipal busca atender as demandas da comunidade dentro dos limites legais.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital