OFERECIMENTO:
Sexta-Feira, 19 de Julho de 2013 - Hora:11:18

Itália

A Itália tem muito mais que o Coliseu e a Torre de Pisa para conhecer

Indo à Itália não deixe de conhecer a famosa Basílica de São Pedro, a Igreja mais visitada do mundo

Sem dúvida nenhuma, a Itália possui magníficas atrações turísticas que não podem deixar de serem visitadas. Quando se fala em Itália, logo lembramos do Coliseu e da Torre de Pisa, mas a Itália não tem só esses pontos turísticos.

Imperdível é conhecer a Basílica de São Pedro, que fica na cidade do Vaticano, a segunda maior basílica do mundo, perdendo apenas para a Basílica de Nossa Senhora da Paz de Yamoussoukro, na Costa do Marfim.

A Basílica de São Pedro é a mais visitada igreja cristã do mundo. Com uma área de 23000 m², tem capacidade para acolher 60 mil pessoas. Sua construção teve início no ano de 1506 e seu término aconteceu em 1626.
Há pouco tempo foi comprovado que a Basílica guarda o túmulo de São Pedro embaixo do altar principal.

Diversos outros Papas também estão ali enterrados. Claro que vistando a Basílica você obrigatóriamente terá que passar pela magnifica Praça de São Pedro, desenhada por Bernini, no Século XVII.

Outro lugar bastante interessante para se conhecer é o Forum Romano, que era o principal centro comercial da Roma Imperial. Ali haviam lojas, praças de mercado e de reunião. Também era o local onde exatamente ficava o coração comunal. Lá o turista pode visualizar as ruínas do Templo de Saturno, da Basílica de Constanino e Maxêncio, o Arco de Tito entre outros.

O Arco de Septímio Severo também está localizado no Forum Romano e vale a pena dar uma espiadinha. Considerado um arco triunfal, o Arco de Septímio está localizado próximo ao Templo de Saturno. Em 203 D.C foi dedicado pelo Senado ao imperador Septímio Secevero e aos seus dois filhos, Caracala e Geta, para celebrar a vitória com os Partas.

É claro que a Itália não é só monumentos e prédios antigos. Quando se fala em Itália, logo se lembra da cozinha italiana e seus vinhos. A principal característica da cozinha italiana é seu equilíbrio saudável.

Ingredientes básicos da mais alta qualidade são cozidos de maneira simples, retendo assim seu sabor e frescor originais. Os que desejam experimentar a cozinha italiana devem ir não só aos restaurantes famosos, mas também às mais modestas trattorie e roticerie. Nestes ambientes caseiros, a qualidade é excelente e os preços moderados.

Imperdível também são as compras. Roupas masculinas e femininas, cerâmica, objetos em alabastro e mármore, esculturas em madeira, bordados, joias de ouro e prata, camafeus, corais, artigos de couro, violinos e outros instrumentos musicais. As lojas em geral fecham entre 13:00 e 16:00 horas; reabrindo até às 20:00 horas.

As lojas elegantes de Roma concentram-se em ruas tais como Via del Corso e Via Condotti. A Galleria de Milão, com seu teto de vidro (construída em 1878) é o modelo de muitas galerias de lojas nos Estados Unidos. Muitas cidades e aldeias têm mercados coloridos, onde se vendem artigos de segunda mão (Mercados de Pulgas). Um dos melhores é conhecido como Porta Portese. à margem do Tibre, em Roma.

Você viu, a Itália não é apenas o Coliseu e a Torre de Pisa, tem muita coisa interessante para ser explorada neste país simpático e aconchegante, de um povo alegre e receptivo. Procure seu agente de viagem e fique pelo menos quinze dias por lá. Afinal a Itália conseguiu unir o antigo e o moderno encantando turistas de todo o mundo que por lá passam.


A famosa culinária Italiana

Uma boa opção é pedir indicações aos moradores do lugar, que sabem onde se pode comer um sanduíche ou café expresso no balcão de um bar que pode custar apenas a metade do preço dos mesmos servidos à mesa de um restaurante. Isto é válido para rápidas refeições.

As especialidades regionais incluem trufas e Agnolotti (macarrão recheado) do Piemonte, onde os vinhos Barolo e Asti Spumante são excelentes. Na Lombardia, experimente um Risoto Alla Milanese (arroz com açafrão), Osso Buco (perna de vitela), queijo gorgonzola e panetone; Risi e Bisi (sopa de arroz e ervilhas) e Fegato Alla Veneziana (fígado acebolado) são especialidades de Veneza, que produz os populares vinhos Soave e Valpolicella. Vale a pena uma viagem a Emília, só por causa dos seus Cappelleti (“chapéuzinhos”, em italiano), Prosciutto Di Parma e Parmigiano Reggiano, acompanhados por uma boa garrafa de Lambrusco. Um T-Bonesteak à Italiana fica mais especial quando passa a ser uma Bistecca Alla Fiorentina, na Toscana, que é também a origem do vinho Chianti. No Lácio, se encontra o melhor Abbacchio (carneiro de leite) e Carciofi Alla Giuddia (alcachofras fritas em óleo de oliva). A Campania é o lar oficial da pizza e a Scilia apresentou ao mundo o Canelone, a Cassata e outras massas maravilhosas.



colunas e blogs

o Vale quer saber

O que vai acontecer com Lula?
Será preso
Nenhuma das opções
Voltará a ser presidente


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital