OFERECIMENTO:
Salvador do Sul - Quinta-Feira, 16 de Fevereiro de 2017 - Hora:15:47

Iurgen Specht: campeão e craque da Copa da Hungria de Vôlei

Salvadorense conduziu Szolnok à conquista inédita na história do clube

Após excelente temporada, Iurgen acredita que deverá seguir atuando na Europa /Reprodução/FN

“É o meu primeiro título internacional e o melhor momento da minha carreira”. Eufórico, o salvadorense Iurgen Hummes Specht ainda desfruta a emblemática conquista da Copa da Hungria de Vôlei, no último sábado, pelo Szolnok Roplabda Klub. A taça veio com uma inquestionável vitória por 3 sets a 0 sobre Pénzügyőr SE Klub.

Na partida decisiva, a torcida do Szolnok, time da cidade de mesmo nome e que tem cerca de 70 mil habitantes, ganhou o reforço de familiares de Iurgen: a mãe, Mariani Hummes, e os irmãos padre Iuri e Monalisa. A viagem dos três à Europa valeu a pena, como a própria experiência para o jogador, de 25 anos, no país, mais conhecido no meio esportivo por ser sede de um dos mais tradicionais GPs de Fórmula 1 e também pela lendária seleção liderada por Puskas na Copa do Mundo de 1954.

A oportunidade do ponta/oposto de 2,01 metros de altura voltar ao vôlei europeu – já havia atuado pelo espanhol Cajasol/Juvasa, de Sevilla - surgiu por meio do empresário, no ano passado. No Brasil, após despontar nas categorias de base do Bento Vôlei, passou pelo Itapeva Voleibol, Medley/Campinas, Climed/Atibaia e Voleisul/Paquetá Esportes, de Novo Hamburgo.

A Copa da Hungria reuniu 16 equipes. Oitavas, quartas e semifinais foram disputadas em jogos de ida e volta. O time do salvadorense chegou à final sem nenhuma derrota e superando os principais favoritos. Além do título inédito, Iurgen Specht foi eleito o craque da competição.

“Ainda estamos disputando a Super Liga da Hungria, que está nas quartas de final. Já tenho comigo a sensação de dever cumprido, mas faremos de tudo para, quem sabe, conquistar essa competição também”, afirma. Iurgen deve voltar ao Brasil em abril para curtir as férias, mas a perspectiva é de que siga atuando no velho continente na próxima temporada.

A vocação de Iurgen Specht para o vôlei surgiu em quadras na praia, em Tramandaí, durante descontraídas e despretensiosas partidas com amigos nas férias. Embora a prática seja considerada uma referência em organização e administração dentro do esporte brasileiro, o início da caminhada de Iurgen foi muito difícil. Quando começou a treinar no Bento Vôlei, trabalhava em uma revenda lavando carros pela manhã, de garçom ao meio-dia e estudava à tarde. Para poder treinar, teve que se transferir para o turno da noite na escola e largar os dois empregos, sem receber nada por isso, a não ser auxilio para as passagens.

Aos 17 anos, mudou-se para São Paulo, onde dividia quarto com vários outros atletas. Mas nada disso, nem as duas graves lesões em sequência nos ombros, desviaram o foco de Iurgen que, gradativamente, viu sua carreira deslanchar.

“Como é gratificante superar tantos desafios e cirurgias e viver, enfim, uma noite como essa. Deus é muito bom.

Obrigado a todos que de alguma forma torcem por mim”, vibrou em sua página no Facebook.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

O que vai acontecer com Lula?
Voltará a ser presidente
Será preso
Nenhuma das opções


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital