OFERECIMENTO:
Montenegro - Quinta-Feira, 09 de Fevereiro de 2017 - Hora:10:41

Juiz André Tesheiner é o mais novo Cidadão Montenegrino

Magistrado atuou nos últimos oito anos à frente da Vara Criminal e foi diretor do Fórum

Tesheiner (centro) recebeu a honraria do presidente do Legislativo, vereador Cabelo, e da vereadora Josi Paz /ACOM Câmara

Por oito anos o Juiz de Direito André Luís Tesheiner atuou na Vara Criminal da Comarca de Montenegro. Está deixando a cidade para atuar na Corregedoria de Justiça, em Porto Alegre. Sua despedida foi marcada pelo recebimento da mais alta distinção da cidade: o Título de Cidadão Montenegrino, conferido pela Câmara de Vereadores a pessoas que não são naturais de Montenegro e que prestaram serviços relevantes à sociedade. A proposição foi da vereadora Josi Paz,
A honraria foi entregue em Sessão Solene no último dia 30 de janeiro, no plenário Edgar de Oliveira. Amigos, servidores da Justiça e autoridades estiveram presentes acompanhando a solenidade. Em nome do Legislativo, a Vereadora Josi Paz (PSB) discursou destacando que “André, sempre com sua serenidade e sua postura equilibrada, fez com que nos acostumássemos com os ritos do Judiciário”, fazendo alusão à época em que atuou como Conselheira Tutelar. “Há quem passe por uma comunidade e não deixe marcas, apenas passe, mas há quem praticamente mude a história de um lugar com suas atitudes e postura”, completou a Vereadora. Josi ressaltou ainda que a segurança pública em nossa região sempre teve no Dr. André Tesheiner um aliado firme, determinado, disposto a enfrentar a criminalidade sob a batuta da Lei.


Mais de 41 mil processos
O Juiz André Tesheiner contou que, neste momento, não estava planejando sair de Montenegro, mas surgiu o convite para que trabalhasse na Corregedoria, em Porto Alegre. Explica que, além da fiscalização, lá se desenvolvem inúmeros projetos que “mudam a vida dos juízes e da comunidade de todo o estado”. Quando assumiu a Comarca, há oito anos, ainda existiam três Varas judiciais. Percebeu que seria o momento de se especializar, dividindo-a em uma Vara Criminal e duas Cíveis. Em sua opinião, com isto o trabalho ficou “mais fácil e bem mais efetivo”. Tomando por base os últimos cinco anos, foram iniciados 41.200 processos e extintos 41.500. Segundo o juiz, além de ser um número elevado, mostra que a Vara Criminal conseguiu julgar mais processos do que os que entraram.

No período foram realizadas em torno de 13200 audiências, sendo ouvidas mais de 24 mil pessoas, informou. Diz que o mérito não é somente dele, e sim de toda a equipe da Vara Criminal, que conseguiu obter por duas vezes o título de “Melhor Vara”, na categoria “Vara Criminal Grande”, a maior, em termos estatísticos, na Corregedoria. O procedimento aqui foi adotado pela Corregedoria, passado a todos os juízes do Rio Grande do Sul, atualmente sendo considerado o procedimento operacional padrão.

Por fim, elogiou o trabalho integrado com as forças de segurança e os Poderes montenegrinos destacando iniciativas, como o “Projeto Paternidade Legal”, além de palestras educativas voltadas a usuários de drogas, com o que, conforme estatísticas foram reduzidas em um terço as reincidências. Neste momento, não vem nenhum Juiz para ocupar o seu lugar, ficando provisoriamente a Juíza Deise Fabiana Lange Vicente.


Quem é André Tesheiner
André Tesheiner nasceu em 19 de agosto de 1974, em Porto Alegre. Residiu em Montenegro, período em que foi Juiz da única Vara Criminal e Execuções Criminais. Além de juiz, se dedicou ao piano, à tecnologia na área de programação e ao Jiu-Jitsu.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital