OFERECIMENTO:
Pelo Vale - Terça-Feira, 27 de Dezembro de 2016 - Hora:17:07

Justiça proíbe trânsito de caminhões na rua Adolíbio Seibel

Com a interdição da VRS 415, caminhoneiros estão sem opção

No mês passado uma carreta tombou na subida e atingiu casa /Reprodução/FN

A Justiça determinou a proibição do trânsito de caminhões na Rua Adolíbio Seibel, em Bom Princípio. O trânsito de veículos, inclusive caminhões pesados, aumentou muito na rua desde a interdição da VRS 415, que continua com as obras paradas. Só que na Adolíbio Seibel existe uma subida forte e passa pela zona urbana, o que aumenta o risco de acidentes, colocando em perigo os próprios moradores.

Um mês atrás uma carreta tombou com uma carga de chapas de madeira, destruindo o portão de uma casa. A proprietária, que é advogada, ingressou com ação na Justiça, já que não era a primeira vez que sua residência tinha sido atingida por caminhões que não conseguem fazer a subida. A juíza Carolina Ertel Weirich determinou então a proibição do tráfego dos veículos pesados pela via, estipulando multa diária com valores entre 2 e até 40 mil reais. O trânsito de caminhões pela rua Adolíbio Seibel já tinha sido proibido anteriormente, mas voltou a ocorrer justamente devido a interdição da VRS 415.

O problema é que não existem outras alternativas de acesso entre Bom Princípio e Tupandi para os caminhões. Mesmo se os caminhoneiros fizerem a volta pelo Caí terão de passar pelas três pontes estreitas do Matiel, na divisa com Harmonia, onde existe uma limitação de peso de 15 toneladas. E aí só restaria pelo pedágio do Rincão do Cascalho (Portão), seguindo depois pela RS 240 por Capela de Santana até acessar a RS 124 em Montenegro, passado por Pareci Novo e Harmonia e Tupandi, aumentando o trajeto em vários quilômetros. Por isso muitos motoristas de caminhões, mesmo com a proibição, continuam passando pela rua Adolíbio Seibel. Conforme a Prefeitura, a responsabilidade é do Daer.

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) de Bom Princípio ainda não recebeu nenhuma determinação quanto a proibição e por isso não está sendo feita fiscalização no local. Enquanto isso não existe previsão para a conclusão da recuperação da VRS 415. O bloqueio da rodovia nova ocorre desde agosto, quando iniciaram as obras de recuperação no asfalto que cedeu. Só que os trabalhos foram interrompidos após as chuvas de outubro devido a problemas no solo. A reportagem fez novo contato com o Daer para saber sobre a previsão da retomada dos trabalhos, mas até a tarde de ontem não houve retorno.

A informação do órgão em novembro era de que tinha sido emitido um novo decreto de emergência para a realização de obras complementares, mas que o projeto ainda estava em fase de elaboração.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Em caso de queda do presidente Temer, você gostaria de:
Eleição Direta
Eleição Indireta


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital