OFERECIMENTO:
Salvador do Sul - Quarta-Feira, 13 de Dezembro de 2017 - Hora:08:00

Linha Comprida cobra melhoras no fornecimento de energia

Moradores querem agilidade nos serviços de reparo na rede e energia trifásica

/Cathierine Hoffmann/Divulgação

Capacidade insuficiente e períodos prolongados de desabastecimento de energia elétrica trazem, há alguns anos, desconforto, transtornos e prejuízo para a comunidade de Linha Comprida, no interior de Salvador do Sul. O problema motivou a realização de uma reunião com a participação de representantes da RGE Sul, responsável pelo fornecimento na localidade, integrantes da administração salvadorense e moradores.

O encontro, no último dia 7, na sede da Câmara de Vereadores, foi marcado por cobranças dos clientes da empresa, que por sua vez ressaltou a ampliação de investimentos na região para minimizar os problemas, sobretudo quando da ocorrência de temporais. A reunião foi encaminhada pelo deputado estadual Tiago Simon (PMDB) junto à Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos do Estado (Agergs), a pedido de vereadores locais do mesmo partido.

O prefeito Marco Eckert (PMDB) reforçou a urgência de uma prestação de serviço de fornecimento de energia com qualidade.

“Queremos resolver o problema da comunidade da Linha Comprida. Eles emperram o desenvolvimento da região”, avaliou. Há alguns anos, a localidade chegou a ficar por quase uma semana às escuras.

Os representantes da RGE Sul enumeraram os investimentos da empresa, que assumiu a prestação do serviço por completo na localidade no ano passado. “Foi uma melhora significativa de investimentos para nossos 201 clientes em Salvador do Sul, quase R$ 190 mil somente até setembro desse ano”, disseram. Reforçaram que os serviços de poda foram ampliados, para que a vegetação não atinja a rede de distribuição.

Já os moradores lamentaram as grandes perdas econômicas com a falta de atendimento em tempo hábil para a comunidade e cobraram a instalação de rede trifásica. A empresa fornecedora alegou que para esse projeto ser efetivado será necessária uma participação financeira local.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital