OFERECIMENTO:
Brochier - Sábado, 13 de Janeiro de 2018 - Hora:08:00

Mistério na morte de jovem queimado em pilha de lenha

Polícia tenta descobrir se houve acidente ou crime em Rincão São Bento

Deivid Moreira tinha 21 anos e morava em Novo Hamburgo /Facebook/Reprodução

Foi identificado o corpo encontrado queimado na madrugada da última quarta-feira, dia 10, no interior de Brochier.

Familiares reconheceram objetos como o tênis e uma tornozeleira de Deivid Moreira Borre, 21 anos. Morador de Novo Hamburgo, ele tinha parentes em Paverama, cidade onde a moto Honda CG 125 Fan estava emplacada. A identificação oficial ainda depende de exame de DNA, através de comparação com sangue de familiar, resultado que deve demorar cerca de um mês.

O corpo foi encontrado por volta de meia hora da madrugada de quarta-feira na estrada da localidade de Rincão São Bento, que liga justamente com Paverama. A suspeita inicial é que o rapaz tenha colidido com uma pilha de lenha da margem da estrada e a moto tenha pego fogo, o que fez com que ele e o veículo ficassem carbonizados. A Polícia não descarta a possibilidade de crime, mas o jovem não tinha nenhum antecedente criminal. Como a moto ficou destruída, sem poder sequer ver a placa e modelo, foi através do número do chassi que se chegou ao proprietário e na identificação da vítima.


Comunidade assustada
O caso chocou a pequena comunidade de Rincão São Roque. “Não estamos acostumados com isso. A população está assustada e curiosa para saber o que de fato aconteceu”, diz o vice-prefeito Fernando Braun. Ele diz que a estrada é movimentada, por servir de ligação entre o centro de Brochier e a localidade de Batinga Sul e Paverama. Mas mesmo assim raros são os acidentes. E quando ocorrem não tem grande gravidade. “Difícil acontecer”, diz.

O que é também difícil de ocorrer é de uma moto incendiar e o condutor morrer carbonizado após se chocar com uma pilha de lenha. Por isso, além de acidente, é investigada a possibilidade de homicídio, onde a vítima possa ter sido morta e o corpo e a moto carbonizados para não deixar vestígios.

A pilha de lenha é grande na margem da estrada, com cerca de 160 metros de extensão e dois metros de altura. Em torno de 10 metros queimaram junto com a moto e o motociclista. A Brigada Militar fez o isolamento do local. Os bombeiros de Montenegro chegaram a ser chamados para resfriarem o local, permitindo o levantamento da perícia e da Polícia.


Jovem querido
Através das redes sociais, amigos e familiares de Deivid manifestaram pesar pelo falecimento do rapaz e o quanto era estimado por todos. “Um piá gente boa não merecia morrer assim”, lamentou Juce Longni. “Era um cara tri com todos nós.

Vamos sentir muito a tua falta”, escreveu Everton Henrique dos Santos Paz.

Em seu facebook na internet consta que Deivid trabalhava como motorista de um atelier de calçados. Numa de suas últimas postagens, em 21 de dezembro do ano passado, agradeceu as felicitações pelo seu aniversário. E dias antes lamentou a perda de dois amigos. Agora são os amigos que lamentam a sua morte.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital