OFERECIMENTO:
Quarta-Feira, 27 de Setembro de 2017 - Hora:08:00

Mobilização pelo prolongamento da BR 448 reuniu grande força política e comunitária

Engarrafamentos cada vez maiores, entre Scharlau e Sapucaia, tornam urgente a construção do prolongamento da BR 448

Evento em Portão contou com grande participação de lideranças da região /Divulgação/FN

Uma década atrás o trecho da BR-116 que passa por Canoas ficou engarrafado.

O problema foi tão sério que o deslocamento entre São Leopoldo e Porto Alegre podia demorar mais de um hora. A solução para esse problema veio com a construção da BR-448, uma estrada paralela à BR-116, que resolveu o problema naquele trecho dessa rodovia. Mas não foi uma solução definitiva, porque a BR 448 é muito curta. Vai apenas de Esteio a Porto Alegre.

Hoje os engarrafamentos que aconteciam em Canoas passaram a ocorrer em Esteio, Sapucaia e São Leopoldo. Como esse problema tende a aumentar rapidamente e a solução mais viável é prolongar a BR-448 até a cidade de Portão.

Visando agilizar a realização dessa obra, foi criada uma frente parlamentar que é liderada pelo deputado estadual Lucas Redecker. Na tarde da última segunda-feira foi realizada uma audiência pública no auditório do SESI, em Portão. O encontro reuniu grande número de deputados, de diversos partidos, além de representantes de entidades e municípios da região metropolitana e, inclusive, do Vale do Caí. A preocupação mais imediata é conseguir verbas para a construção de mais um trecho da BR-448, de Esteio até Portão.

Representantes do Denit, órgão responsável palas obras de rodovias federais disse na reunião que a obra, até Portão, é plenamente viável e que é possível continuar a rodovia pelo município de Estância Velha até chegar à BR-116 no trecho entre Novo Hamburgo e Ivoti. Mas esta será uma obra muito cara pois necessitaria da construção de dois túneis no município de Estância Velha.


Vale do Caí
A audiência pública realizada em Portão contou com a participação de representantes do Vale do Caí. Especialmente o prefeito de Harmonia, Lico Fink, e o coordenador de projetos da prefeitura do Caí, Alzir Bach. A região tem interesse na extensão da BR 448 até Caxias do Sul através do Vale do Caí. O que poderia ser feito com o prolongamento dessa estrada até as imediações do campus da UCS em São Sebastião do Caí. O Denit considera, no entanto, a possibilidade de fazer o prolongamento da rodovia até Caxias do Sul por outro trajeto: passando pelos municípios de Estância Velha, Lindolfo Collor, São José do Hortêncio e Vale Real. De imediato há uma unanimidade de apoio à extensão da BR-448 até Portão.

Com essa obra, o deslocamento de Portão a Porto Alegre será feito em apenas 25 minutos.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritrio Comercial S. S. do Ca:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritrio Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administrao:
Rua Fato Novo, N 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Ca | RS | Por Nigma Agncia Digital