OFERECIMENTO:
Pelo Vale - Sábado, 03 de Junho de 2017 - Hora:08:00

Morador de Harmonia morre em acidente na faixa do Pareci

Santana do agricultor colidiu com caminhão na RS 124

Décio Jacó Reichert dirigia o automóvel que colidiu com caminhão frigorífico /Guilherme Baptista/FN

O agricultor Décio Jacó Reichert foi sepultado na tarde da última quinta-feira, 1º de junho, em Harmonia. A despedida, após velório da capela mortuária São João Nepomuceno e missa de corpo presente na igreja Matriz, teve grande presença de familiares e amigos.

“O vô era muito bom. As vezes deixava de fazer coisas para ele para fazer pelos outros”, lembra o neto Willian Reichert, destacando o quanto Décio Jacó era conhecido e estimado pela comunidade. Além de três netos (William, Wesley e Carlos), Décio Jacó deixou também a esposa Seli Nair Reichert, as filhas Ana Paula, Rosane Maria e Daniela, e demais parentes e muitos amigos.


Acidente e buraco
O grave acidente aconteceu na altura do quilômetro 14 da ERS 124, em Porto Maratá, no município de Pareci Novo, perto da divisa com Montenegro, na tarde da última quarta-feira, 31 de maio. A colisão entre o automóvel Santana, com placas de Harmonia, e um caminhão Mercedes Benz frigorífico de Bom Princípio, por volta de 16 horas, resultou na morte do motorista do carro.

Décio Jacó Reichert, de 67 anos, que morava na localidade de Nova Santa Cruz, em Harmonia, morreu no local do acidente. O condutor do caminhão, Daniel Antonio Mergen, 24 anos, morador de Bom Princípio, não teve ferimentos. Ele disse que transitava de Bom Princípio para Montenegro, onde iria carregar no frigorífico da JBS. Conforme o caminhoneiro, o Santana invadiu sua pista e não foi possível evitar o choque. “Tirei para o lado tudo que deu”, afirmou. O carro ficou destruído. E o caminhão acabou tombando na lateral da pista, junto ao barranco, cerca de cem metros de distância do Santana.

O acidente foi bem na frente da casa do ex-prefeito Rafael Riffel, que naquele horário estava no pátio da residência. “Só ouvi o estouro. Ao chegar ao local não tinha mais nada para fazer”, lamenta. Ele suspeita que as ondulações no asfalto, onde existe desnível devido aos buracos, podem ter feito com quem o motorista do Santana tenha perdido a direção.

Junto ao buraco, distante cerca de cem metros de onde foi parar o carro, ficou uma das portas do automóvel. Muitos outros destroços se espalharam pelo asfalto. Rafael lembra que durante os quatro anos que foi prefeito várias vezes pediu ao Daer melhorias na rodovia. E no trecho perto de sua casa, onde já aconteceu outra morte em acidente, alguns motoristas chegam a ir para a pista contrária para desviar dos buracos, o que aumenta o risco de colisões. O também ex-prefeito Jorge Hoerlle, que esteve local, igualmente acredita que o buraco tenha causado o acidente fatal. Familiares de Décio Jacó também acham que este possa ter sido o motivo do acidente, já que o agricultor não tinha nenhum problema de saúde que pudesse ter causado um mal súbito por exemplo.

A Polícia Civil, com base na perícia e levantamento, está investigando as circunstâncias do acidente. A Polícia Rodoviária Estadual de Montenegro controlou o trânsito até a madrugada do dia seguinte, quando o caminhão foi retirado. Brigada Militar, Bombeiros e Samu também estiveram no local.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

O que vai acontecer com Lula?
Nenhuma das opções
Voltará a ser presidente
Será preso


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital