OFERECIMENTO:
Pelo Vale - Sexta-Feira, 03 de Junho de 2016 - Hora:16:54

Moradores pedem reabertura de antiga estrada entre Feliz e Linha Nova

Estrada seria alternativa para a VRS 843 que está interrompida para o asfalto

Jair Bohn mostra o abaixo-assinado e a estrada onde os moradores pedem melhorias /Guilherme Baptista/FN

Uma comitiva de moradores da localidade de São Roque e proximidades entregou na última terça-feira ao prefeito Albano Kunrath um abaixo assinado com mais de cem assinaturas solicitando a reabertura de uma antiga estrada ligando os municípios da Feliz e de Linha Nova. “Era a estrada antiga, que existia antes desta VRS 843 (813) que agora está sendo asfaltada”, lembra o agricultor Jorge Jair Bohn, que mora próximo da igreja de São Roque (Feliz). Ele mostra o abaixo-assinado e o início da estrada que liga com a localidade de Linha Passo Fundo. “São cerca de 3 quilômetros e meio que hoje estão em condições precárias. As melhorias iriam beneficiar mais de vinte famílias de agricultores, facilitando o escoamento da produção”, completa Jair.

Os moradores alegam que seria também uma alternativa de desvio da VRS 843 (813), que está fechada para o trânsito para a conclusão do asfaltamento entre Feliz e Linha Nova. Devido a necessidade de muro de contenção, conclusão do asfalto e remoção de postes, o bloqueio pode durar cerca de três meses, com o tráfego só voltando a ser liberado em outubro. De acordo com Jair, muitos moradores gostariam de investir em suas propriedades que são junto a estrada velha, mas isso não é possível devido a dificuldade de acesso. “A estrada está abandonada. Teria que alargar, colocar saibro ou brita para poder trafegar”, diz. “Poderíamos passar por ali, mas está intrafegável. As famílias não conseguem chegar em suas propriedades”, lamenta o comerciante João Bohn.

De acordo com o prefeito Albano Kunrath, o Departamento de Engenharia da Prefeitura vai fazer um levantamento técnico do local para ver a situação atual da estrada e a viabilidade de sua recuperação. Albano cita que na Prefeitura sequer consta registro desta estrada, ou seja, não se sabe se é municipal ou estadual.

O vice-prefeito e secretário de obras de Linha Nova, Henrique Petry, diz que conhece bem a estrada. “Sou de Linha Passo Fundo. Me criei ali”, cita. “É uma estrada de roça, de 50 a 60 anos atrás. Para tornar trafegável teria um custo muito alto”, avalia, lembrando inclusive a dificuldade de dois caminhões cruzarem um pelo outro, pois é muito estreita. Quanto a alternativa de desvio, o superintendente regional do Daer, engenheiro Ernesto Eichler, acredita que a interrupção para o asfalto não vai demorar 90 dias. “Está 80% pronto. Vamos tentar liberar o quanto antes”, afirma, esperando que o tempo colabore e que a RGE providencie a remoção dos postes.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Você costuma fazer doações para pessoas que estejam precisando?
Não
Sim


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital