OFERECIMENTO:
Salvador do Sul - Sbado, 03 de Maro de 2018 - Hora:08:00

Mudança de provedor de Wi-Fi na praça gera polêmica

Empresária e prefeito salvadorenses trocaram acusações em redes sociais

Empresa que mantinha o serviço na área retirou seus equipamentos nessa semana /Arquivo/FN

Há pouco mais de três anos, os frequentadores da Praça Municipal José Lindolpho Hummes, um dos principais pontos de encontro da comunidade de Salvador do Sul, passaram a contar com Wi-Fi grátis no local. O serviço, conforme a administração municipal, seguirá sendo prestado, mas agora por outra empresa.

A N & G Tecnologia, que oferecia internet na área, foi notificada pela prefeitura, no final de fevereiro, a retirar, no prazo de cinco dias, os equipamentos que havia instalado na praça, o que aconteceu. Conforme o documento firmado pelo prefeito Marco Aurélio Eckert (MDB), foi realizada licitação para instalação de internet em diversos pontos, entre os quais a praça, onde a antiga provedora estaria explorando o serviço sem concessão.

Indignada, a empresária Neiva Lermen Schneider, administradora da N & G (Via Objetiva), lançou em sua página pessoal numa rede social, na última quarta-feira, um texto com tom ofensivo à administração e acusando por uma suposta falta de apoio às empresas e ao comércio locais. “Estamos proibidos de distribuir internet grátis. Talvez seja porque onde não se cobra nada não é possível ajeitar algum valor ilícito”, disparou. A publicação teve grande repercussão, recebendo dezenas de comentários e compartilhamentos.

O próprio prefeito salvadorense respondeu a postagem, negando que o serviço de internet oferecido, anteriormente, na praça fosse gratuito e apontado que a empresa prestadora mantinha contratos com o Município, disponibilizando o Wi-Fi sob essa condição. “Nunca houve e nem terá nenhum serviço gratuito nesse mundo, tudo é pago pelo contribuinte”, devolveu.

As farpas tiveram prosseguimento, com a empresária acusando o prefeito de ter mentido, negando que existisse cláusula que obrigava a N & G a disponibilizar internet na praça municipal. O valor da licitação, vencida pela empresa Redesul, também foi alvo de questionamentos por Neiva e outros internautas. “Se existir a possibilidade, vou instalar equipamentos em outro ponto que garanta acesso para os frequentadores da praça”, acrescentou. Também relatou que não participou da licitação realizada pela prefeitura por desacerto comercial anterior com a administração e por ter suspeitado de algumas das condições impostas.

Na página da prefeitura de Salvador do Sul no Facebook, uma postagem confirmou a solicitação de retirada do equipamento da praça pela empresa que disponibilizava internet no espaço. O mesmo texto também informou que o Wi-Fi da nova provedora estaria disponível já a partir dessa sexta-feira.

Em mensagens encaminhadas à reportagem, o prefeito Marco Eckert questionou os valores dos contratos firmados pela N & G com a prefeitura, nos últimos anos. Quanto às investidas da proprietária da empresa sobre irregularidades no processo licitatório em postagens em sua página em rede social, o prefeito e sua equipe lamentam, afirmando que todo o processo ocorreu de forma transparente e correta. A Administração Municipal afirmou sempre trabalhar com lisura, dentro da lei e visando o bem-comum.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritrio Comercial S. S. do Ca:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritrio Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administrao:
Rua Fato Novo, N 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Ca | RS | Por Nigma Agncia Digital