OFERECIMENTO:
Alto Feliz - Sábado, 30 de Setembro de 2017 - Hora:08:00

Pai que se acorrentou em poste diz que faria tudo de novo

Após protesto, cirurgia foi realizada no filho em Porto Alegre

Anério Zimmer espera que o filho volte para casa e possa caminhar /Facebook/Reprodução

Durou cerca de 5 horas a cirurgia de fêmur do adolescente Everton Daniel Zimmer, 14 anos, de Alto Feliz.

Conforme o pai, Anério Zimmer, a operação iniciou na parte da tarde e só terminou no início da noite de quinta-feira, no Hospital de Clínicas, em Porto Alegre. “Foi meio complicado. O Everton perdeu muito sangue.Retiraram o tumor e mandaram para análise. Mas graças a Deus ele está bem”, declarou o pai que esperava pela cirurgia faz quinze dias e por isso chegou a se acorrentar a um poste na segunda-feira em frente ao Hospital São Carlos, em Farroupilha. Anério acredita que só foi conseguido leito para cirurgia de alta complexidade por causa do protesto. “Não suportava mais. Tinha que fazer uma loucura.

Não falei para a esposa e nem o filho sobre essa loucura, mas faria tudo de novo. Não tinha outra alternativa. Já tinha perdido a esperança”, justifica. Sobre a grande repercussão na imprensa, agradece a todos que apoiaram. Everton permanece em observação e recuperação. “Espero que meu menino cheque em casa e possa voltar a caminhar de novo”, completa, enquanto aguardava no hospital, torcendo para que o tumor não fosse maligno.

Estudante do 7º ano, Everton se machucou na Escola Estadual Assunção em Alto Feliz no dia 2 de agosto, quando caiu de um brinquedo gira-gira. Foi levado ao Posto de Saúde do município e medicado. Depois acabou caindo no banheiro de casa e foi levado ao Hospital Schlatter, da Feliz, onde foi constatada a fratura de fêmur na perna esquerda. Foi então transferido para o Hospital São Carlos de Farroupilha, onde por duas semanas aguardou um leito num hospital da capital para a cirurgia de alta complexidade. A demora fez o pai se acorrentar a um poste por cerca de 3 horas na última segunda-feira, o que lhe fez passar mal e ser socorrido por populares. Também ingressou com ação no Ministério Público e recebeu o apoio da Prefeitura de Alto Feliz que levou o adolescente de ambulância para Porto Alegre após conseguir o leito na terça-feira.

O protesto de Anério gerou muita repercussão na imprensa e comentários nas redes sociais. Várias pessoas elogiaram a iniciativa do pai em lutar pela vida do filho ao mesmo tempo que criticaram o descaso com a saúde no país.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital