OFERECIMENTO:
Pareci Novo - Quarta-Feira, 23 de Maio de 2018 - Hora:08:00

Preso um dos envolvidos na morte do policial

Polícia ainda está atrás do outro fugitivo

Paulo Ademir de Moura, o “Zoreia” (foto), foi preso em Maquiné. Polícia ainda procura por Valmir Ramos, o “Bilinha” | Polícia Civil/FN

Um dos acusados de envolvimento na morte do policial civil Leandro de Oliveira Lopes, 30 anos, durante cerco num sítio em Pareci Novo no último dia 2 de maio, foi preso na madrugada de sábado passado, dia 19. Paulo Ademir de Moura, o “Zoreia”, de 36 anos, foi preso num sítio em Maquiné, próximo da ERS 484, no litoral norte gaúcho, por volta de 4h40. Segundo a Polícia, com ele foi apreendida uma pistola 9 milímetros, mesmo calibre utilizado no tiroteio com os policiais em Matiel. Mesmo armado, desta vez ele não teve tempo de reagir devido à rápida ação dos policiais.

Além do cerco em Matiel, “Zoreia” já tinha escapado de outro em Sapiranga dois dias depois. Por isso foi montada uma estratégia especial para garantir a sua prisão no litoral. Participaram agentes da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec), da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Canoas e do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). A Polícia sabia que “Zoreia” vinha dormindo em casas diferentes, afastadas dos centros urbanos, para tentar despistar e dificultar a sua captura. Não ficava mais que um dia no mesmo local e tinha o apoio de comparsas para poder se esconder. Estaria com a namorada quando ocorreu o cerco em Maquiné. Ao perceber a entrada dos policiais na casa, ela correu para o quarto dos filhos, ambos menores de idade. E aí Paulo Ademir não conseguiu reagir, sendo pego de surpresa pelos agentes.

Segundo a Polícia, Zoreia possui cinco mandados de prisão expedidos pela Justiça, entre eles de acusações por quatro homicídios e outro por assalto.

A Polícia ainda está atrás do outro acusado, Valmir Ramos, o “Bilinha”, de 41 anos, que tem acusações por homicídios e tráfico de drogas, e que era o alvo do mandado de prisão que os policiais de Canoas estavam tentando cumprir em Pareci Novo quando ocorreu o tiroteio que resultou na morte do policial. Qualquer informação que ajude na sua localização pode ser passada mesmo de maneira anônima para os telefones 197, 190 ou 181.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Não há enquetes disponíveis para votação no momento


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital