OFERECIMENTO:
Quinta-Feira, 12 de Janeiro de 2017 - Hora:14:19

Quanto os municípios gastam para manter suas câmaras de veredores?

Enquanto os vereadores de alguns municípios dão exemplo de espírito público, outros esbanjam o dinheiro do povo

Linha Nova, São José do Hortêncio, Alto Feliz e Tupandi figuram entre os municípios da região com maior grau de desenvolvimento e qualidade de vida. Eles são, também, os municípios que menos gastam com a manutenção das suas câmaras de vereadores. E isso não é uma coincidência.

Quando as administrações municipais sabem conter as suas despesas sobram mais recursos para aplicar no bem estar da população.

No extremo oposto encontramos municípios que gastam muito com suas câmaras, como Portão, Montenegro, Caí, Bom Princípio, Capela de Santana e Brochier.

Nos municípios ricos, as câmaras são enxutas, com poucos funcionários, enquanto que nos quais a população é mais carente, os gastos com a câmara de vereadores são mais elevados.


MÃOS DE TESOURA
São bastante conhecidos os casos de empresas que, ao enfrentarem uma grave crise, que chega a ameaçar a sua sobrevivência, trocam de diretor com a missão de dar um novo rumo à sua administração.

Esses administradores começam por tomar medidas severas de corte de gastos e demissões. Por isso se costuma chamar esses administradores de “mãos de tesoura”.

O mesmo deveriam fazer os novos prefeitos que vão assumir, agora, prefeituras perdulárias de municípios empobrecidos.


DESENVOLVIMENTO
Diminuir as despesas é apenas uma parte do trabalho de um grande administrador de empresas e de municípios.

A outra é aumentar as receitas. O administrador deve, também, identificar quais são as melhores medidas para aumentar a receita. Atacando nessas duas frentes, o bom administrador consegue fazer com que as contas passem do vermelho para o azul e garantindo a sua sobrevivência.

No Vale do Caí os prefeitos que tiveram mais êxito nas suas administrações foram aqueles que incentivaram a avicultura e suinocultura, atividade econômica que é a principal vocação da região.

Corrigir os erros administrativos e implantar mecanismos que gerem riqueza no município não é coisa fácil, mas alguns prefeitos da região conseguiram fazer isso com êxito extraordinário. Alguns, em oito anos, conseguiram transformar completamente a realidade econômica e social dos seus municípios.

tabela1


São os vereadores que decidem o valor do seu salário
O município mais rico da região - e um dos mais ricos do país - Tupandi tem a sorte de contar com vereadores que são moderados na sua ambição salarial.

Eles sabem que o município tem recursos para lhes pagar um salário melhor. Além disso, eles teriam poder para aumentar o valor do seu salário, pois o valor da remuneração salarial é decidida pelos próprios vereadores. No entanto, se contentam com o salário mensal de R$ 1.379,77.

Pena que nem todos sejam tão despreendidos. Em Montenegro e no Portão, os vereadores são beneficiados com salários acima de R$ 6.000,00. Em Capela de Santana, município mais pobre da região, os vereadores ganham R$ 3.526,24.

O salário dos vereadores de Tupandi não é o mais baixo da região. É maior que o de Alto Feliz (R$ 943,07). O que faz o percentual de gastos da Câmara de Vereadores em Tupandi ser tão baixo na comparação com o orçamento do município é o fato de Tupandi ser muito rico. O retorno de ICMs de Tupandi é maior do que o do Caí, apesar do Caí ser mais populoso.

O fato da câmara de vereadores de Montenegro gastar 9 vezes mais que a de Tupandi demonstra que muito poderia ser feito para cortar gastos nas administrações municipais. O dinheiro que é gasto desnecessariamente nos orgãos de administração pública resulta na falta de obras e assistência que fazem falta à população.

tabela2

colunas e blogs

o Vale quer saber

O que vai acontecer com Lula?
Nenhuma das opções
Será preso
Voltará a ser presidente


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital