OFERECIMENTO:
Linha Nova - Quinta-Feira, 25 de Agosto de 2016 - Hora:15:41

Rapaz é espancado na saída de um baile

Vítima sofreu vários ferimentos e fez cirurgia

Flavio Renau está numa cadeira de rodas e impossibilitado de trabalhar /Reprodução/FN

O município considerado um dos mais seguros do Estado conforme levantamento recente da Secretaria Estadual de Segurança foi justamente palco de um caso de espancamento na madrugada do último domingo, dia 21. O fato aconteceu em Linha Nova, na saída de um baile na Sociedade local. A agressão causou surpresa porque neste mês o município foi destacado por ter um dos menores índices de violência do Rio Grande do Sul.

A tranqüilidade de Linha Nova fez com que o casal Flavio Daniel Renau, 34 anos, e Raquel Klein Haag, 29 anos, deixasse Novo Hamburgo, onde mora, para ir ao baile. “Nunca saímos, mas como a Raquel tem parentes na Feliz e Linha Nova decidimos ir”, conta Flavio. E o que era para serem momentos de diversão acabou sendo de pavor.


Agressão pelas costas
A ocorrência foi registrada pela Brigada Militar como de lesões corporais. Conforme registro, o casal estava num baile na Sociedade de Linha Nova quando saiu para fumar. Um casal de amigos estava junto. “Foi quando senti uma pancada pelas costas e caí. E passaram a me dar chutes e socos. Fiquei tonto e não vi mais nada”, conta Flávio. Raquel foi à sua defesa e também acabou ferida. “Tentei tirar os caras de cima dele. Sofri escoriações nas mãos e pernas”, recorda.

Segundo Raquel, seriam cerca de cinco os agressores. Uma testemunha, ao ver Flavio caído na frente da Sociedade, conta que ajudou a socorrê-lo junto com um segurança. Flavio sofreu várias lesões, entre elas uma fratura na perna esquerda, além de hematomas na cabeça, orelha, nariz, abdome e lábios. Foi encaminhado ao Hospital Schlatter, da Feliz, e depois para o Hospital Geral de Novo Hamburgo, onde foi submetido à cirurgia devido à fratura no fêmur da perna esquerda. Teve alta na noite de segunda-feira, mas ainda não consegue caminhar. Só se locomove com cadeira de rodas.

Raquel está indignada com as agressões. “É muito difícil nós sairmos pra se divertir. Somos bem caseiros e trabalhamos direto. Um dia que tiramos pra passear com a família e amigos, em um baile em Linha Nova, acontece uma tragédia”, escreveu, em sua página no facebook da internet, mostrando as fotos dos ferimentos em Flávio. “Se não fosse a Polícia chegar rapidamente tinham matado ele”, completa, revoltada. Ela diz que recebeu informações de que os mesmos cinco indivíduos já teriam agredido outras pessoas. Outra pessoa chegou a informar que quando saia do baile junto com um amigo, também foi alvo de agressões pelos cinco indivíduos. “Apanhamos muito. Meu amigo foi desmaiado para dentro da topique. Eu tomei vários socos”, escreveu esta outra vítima, no facebook.

Flavio e Raquel esperam por Justiça. Conforme o sargento Paulo Cavalheiro a Brigada esteve na Sociedade de Linha Nova e encaminhou a ocorrência para a Polícia Civil, a qual já iniciou a investigação. Três dos cinco acusados já foram identificados. Um laudo médico feito em Flávio já está na Delegacia, comprovando as lesões sofridas. O delegado Jorge Soares determinou que será instaurado um termo circunstanciado (TC) para que os fatos sejam apurados, identificando os agressores, ouvindo os envolvidos e encaminhando o caso para o Judiciário. Qualquer informação sobre o caso pode ser repassada para a Polícia no telefone 3637 1146.

Raquel lamenta que o marido vai ficar entre 2 a 6 meses impossibilitado de trabalhar em sua marcenaria. Ele não consegue caminhar e só se locomove em cadeira de rodas. E sem trabalho não receberá salário. “Vamos entrar com processo”, diz, esperando receber indenização por todos os prejuízos que estão tendo e vão ter, mesmo que isso não apague a dor e o trauma do espancamento que sofreram.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Em caso de queda do presidente Temer, você gostaria de:
Eleição Direta
Eleição Indireta


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital