OFERECIMENTO:
Pelo Vale - Terça-Feira, 10 de Novembro de 2015 - Hora:15:59

Sartori veio ao Arroio Bonito inaugurar a maior envasadora de água mineral do estado

A Valle Vita inaugura suas novas instalações, que permitem aumento da produção e conquista de novos mercados

Os convidados percorreram a envasadora, admirando os modernos equipamentos

O governador Ivo Sartori esteve em São José do Hortêncio na manhã de sábado. O objetivo da visita inesperada foi a inauguração da envasadora Valle Vita.

A empresa já funciona há vários anos, mas o momento atual é considerado pela empresa como uma inauguração porque ela está passando por uma transformação importante. Uma evolução que deverá torná-la uma empresa de nível internacional.

Para chegar até esse momento, um longo trajeto foi seguido. Seu proprietário, Pedro Olavo Teixeira, é natural de Santa Catarina, mas transferiu-se para Capão da Canoa no ano de 1975, quando tinha 23 anos.

Nesse balneário gaúcho ele seguiu uma trajetória de sucesso como empreendedor imobiliário. Construiu vários prédios na cidade, inclusive o shopping center local. Num dos inúmeros negócios que fez, Pedro Olavo aceitou, em troca, uma propriedade rural situada em Arroio Bonito.

Ali, contrariando a tendência geral, Pedro Olavo e sua família vinham fazer o veraneio nos meses de verão. Como a rede de abastecimento de água não chegava ao local, havia ali um poço artesiano e todos que visitavam o sítio se admiravam da pureza e sabor suave daquela água.

Tantos foram os comentários sobre isso, que Pedro Olavo resolveu mandar fazer uma análise da água do sítio, e o resultado foi surpreendente. Os técnicos declararam que se tratava de água de grande qualidade, principalmente pelo seu baixíssimo teor de sódio. O mais baixo já encontrado no Rio Grande do Sul.

Isso é muito importante, pois os alimentos, em geral, contêm muito sódio e o excesso dele provoca retenção de líquidos no organismo elevando a pressão arterial. O que é prejudicial à saúde.

Isto motivou o empresário a implantar uma envasadora de água mineral no seu sítio do Arroio Bonito.

As obras começaram em 2005 e o início das atividades ocorreu em 2012, com o lançamento no mercado da água mineral Vale Vitta.

Hoje a empresa conta com equipamentos moderníssimos e é a maior envasadora de água mineral do estado, com capacidade para produzir 12 milhões de garrafas por mês.

A festa
Centenas de convidados percorreram as dependências da empresa na manhã de sábado, juntamente com o governador. As instalações são consideradas as melhores no ramo de envasamento de água mineral na América Latina e elas não devem nada às dos Estados Unidos, consideradas as melhores do mundo. A partir de agora, a empresa do Arroio Bonito faz parte desse clube privilegiado: o das melhores envasadoras de água mineral do mundo.

A empresa tem condições de produzir a carga de uma carreta a cada hora.

Com isso, a Vale Vitta está pronta para dar um verdadeiro salto. Desde o último sábado, comerciais começaram a ser divulgados em horários nobres das principais emissoras de rádio e TV do estado e de Santa Catarina. Também em jornais, como o Zero Hora, foram publicados anúncios de página inteira.

Mas os planos da empresa não param por aí. Em 2017 ela pretende produzir, além da água mineral, também água mineral saborizada, com adição de sucos naturais de laranja, limão e bergamota.

Estrada
A envasadora está instalada na estrada que liga o Caí a São José do Hortêncio, que ainda não foi asfaltada. As obras já foram iniciadas, mas avançam lentamente devido ao tempo chuvoso dos últimos meses.

Em seu discurso, em nome da empresa, o diretor Carlos Alberto Sudatti agradeceu ao governador por estar asfaltando a estrada, sendo veementemente aplaudido pelo público presente. Pessoas conscientes da grande importância dessa estrada e dos prejuízos que o seu atual estado causa para o desenvolvimento do estado.

Carlos Alberto comentou, também, que está nos planos da empresa, inclusive, a exportação dos produtos Vale Vitta para os Estados Unidos e outros países desenvolvidos do primeiro mundo.

Essa trajetória para o mundo não pode ter o seu início numa estrada de terra, com poeira e lama.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

Após a delação premiada, os diretores da JBS devem:
Ficar livres
Ser presos


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital