OFERECIMENTO:
Pelo Vale - Sexta-Feira, 24 de Junho de 2016 - Hora:16:20

Suspeito de abigeato é identificado por assalto à família

Caiense também é suspeito de participar do roubo de carros

Materiais usados em furto de gado foram apreendidos, mas suspeitos foram liberados porque não tinham nada roubado /Brigada/Reprodução

No início da madrugada da última quinta-feira, dia 23, três indivíduos armados de revólver e faca renderam uma família no centro de São José do Hortêncio. Os assaltantes roubaram dois veículos – uma caminhonete Toyota Hillux branca de placas NZW 0359 e um automóvel Hyundai Hb20 de cor preta e placas IVJ 5423, além de eletrodomésticos, dinheiro e um revólver calibre 38. Ainda amarraram os moradores e trancaram dentro de um quarto. A casa foi toda revirada. A Brigada Militar realizou buscas através do Pelotão de Operações Especiais (POE) do 27º BPM, mas os criminosos não foram mais localizados.

Através de fotografia, um dos acusados foi reconhecido pelas vítimas como sendo um dos detidos na madrugada do dia anterior, quarta-feira, também em São José do Hortêncio, com objetos normalmente utilizados em casos de abigeato (roubo de gado). Ele seria de São Leopoldo. Outro suspeito reconhecido seria morador da Vila Soco, em São Sebastião do Caí. Conforme a Brigada Militar, ambos têm vários antecedentes criminais.


Combate ao abigeato
De acordo com o comandante da 1ª Companhia de Policiamento do 27º BPM, capitão Célio Vargas de Oliveira, devido ao aumento nos casos de abigeato na região está sendo feito um trabalho especial em parceria com a Vigilância Sanitária. “Na semana passada foram feitas fiscalizações em açougues e mercados do Caí visando identificar possíveis receptadores de carne furtada. Ocorreu uma apreensão num estabelecimento de Campestre da Santa Teresinha, por não ter nota comprovando a procedência da carne”, informou o capitão Vargas.

Segundo a Brigada, também foi feito um planejamento de patrulhamento pela zona rural, priorizando localidades onde têm ocorrido mais casos. “As guarnições estão fazendo patrulhas pela madrugada, nos horários que tem ocorrido o furto de gado. Já obtivemos alguns resultados, com indivíduos presos e identificados ”, cita o capitão Vargas.

Na madrugada de quarta-feira, por volta de 2h, brigadianos efetuavam patrulhamento na área rural de São José do Hortêncio, com foco na prevenção ao abigeato, quando localizou um automóvel Gol de cor branca com dois indivíduos em atitude suspeita na Estrada Geral Caí-Hortêncio, na altura do Arroio Bonito. Após abordagem imediata e revista minuciosa, a Brigada Militar apreendeu com ambos duas facas de açougue, lona preta, corda com 16 metros, rolo de corda de nylon, roupa camuflada do Exército, marreta e lacres plásticos. Segundo a Brigada, o material é usado costumeiramente por ladrões de gado. Os dois indivíduos, de 28 e 44 anos, são de São Leopoldo e segundo a Brigada Militar possuem antecedentes criminais por roubo, furto de veículos, estelionato, drogas e também por abigeato. Entretanto, desta vez como não tinham com eles nada roubado acabaram sendo liberados.

O comando do 27º BPM informou que seguirá com ações de policiamento ostensivo preventivo nas localidades rurais da área de ação do batalhão, visando a proteção dos produtores rurais e a prevenção de abigeatos e outros crimes.

OFERECIMENTO:

colunas e blogs

o Vale quer saber

O que vai acontecer com Lula?
Voltará a ser presidente
Nenhuma das opções
Será preso


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital