OFERECIMENTO:
Montenegro - Quinta-Feira, 16 de Fevereiro de 2017 - Hora:14:28

Vice-prefeito reclama de grupo próximo ao prefeito e se afasta das decisões

Kadu Müller afirma que não sentia “respeito nem confiança” de pessoas da Administração desde a campanha eleitoral

Kadu e Edar estão fora, mas seu partido, o Solidariedade, segue no Governo /Daniel Klein/FN

Em coletiva de imprensa, ocorrida na manhã de ontem, dia 14, o vice-prefeito de Montenegro, Carlos Eduardo Müller, o “Kadu”, anunciou seu afastamento das funções que exercia no governo municipal. Ele seguirá no cargo de vice-prefeito e continuará à disposição para assumir o lugar do Prefeito – quando solicitado –, mas ficará de fora das atividades práticas de gestão de governo. Ele estava ao lado de Edar Borges Machado, que na semana passada pediu exoneração do cargo de secretário de Obras Públicas.

Segundo Kadu, foi uma decisão difícil, mas muito pensada. O vice-prefeito destacou que conversou, nesta segunda-feira, com o prefeito Luiz Américo Alves Aldana e explicou o porquê de sua decisão. De acordo com o vice, a saída se deu por ele discordar de ações políticas de um grupo próximo ao prefeito. Kadu também ponderou que se colocou à disposição para representar o prefeito quando necessário. “Me coloquei sempre a inteira disposição do prefeito neste sentido”, disse. “Essa questão de decisões tomadas e pouco conversadas que me fizeram ficar desconfortável no governo”, complementou. Kadu ainda ressaltou que o Solidariedade, partido que preside ao lado de Edar, segue no governo.

Segundo o relato do vice-prefeito, o desconforto já havia durante a campanha. “Diziam que eu seria o ‘nikezinho’ que não suja os pés. Pois bem, fui para as vilas, conhecer melhor nossa cidade e dei minha contribuição para a vitória nas eleições”, desabafou. As diferenças, porém, continuaram depois do pleito. Kadu fora nomeado, juntamente com Edar Borges, para comandar a transição e organizar o novo governo. “Mas isto nunca aconteceu. Este grupo sempre tomava as decisões sem nos consultar”, relata. No início do ano várias pessoas ligadas ao Solidariedade foram exoneradas, sem que ele tenha sido consultado. Kadu e Edar não disseram os nomes dos componentes do referido grupo.

colunas e blogs

o Vale quer saber

Onde você gostaria de morar?
Paris
Feliz
São Paulo
Bom Princípio
Porto Alegre
Rio de Janeiro
Montenegro
Caí


Escritório Comercial S. S. do Caí:
Avenida Dr. Bruno Cassel, 179
Fone / Fax: (51) 3635-1900

Escritório Comercial Montenegro:
Rua Oswaldo Aranha, Via Verde, 1467
Fone / Fax: (51) 3632-9680

Administração:
Rua Fato Novo, Nº 11
Fone / Fax: (51) 3635-1428

Contato
Todos os Direitos Reservados | Jornal Fato Novo | Vale do Caí | RS | Por Nigma Agência Digital